quarta-feira, janeiro 28, 2015

diálogo entre pai e filho após o apocalipse

- pai, como era o mundo?
- filho, o mundo é esse que vivemos agora... aquilo não era mundo.
- o que era então?
- era uma provação. era frio. era demoniaco. eramos como canibais querendo um comer o outro. querendo um ser melhor que o outro. sem motivo aparente algum.
- eu gostaria de saber como era.... me falaram que tinham carros, avioes, disney world, os caras da minha idade surfavam nas ondas com umas pranchas que hoje não temos mais!!! shows de rock!!! acho que eu gostaria de ter vivido pelo menos um pouco lá...
- eu sei meu filho. sei que a beleza ofusca. mas a aparente beleza é falsa. fake. eu fiz isso por vc. por mim. pela sua mae. por nós. nao sei se fiz o certo. mas fiz pelo amor que sinto a você. e no fundo do meu coração achei naquele momento que era o certo.
- mas e agora pai?
- uai filho. nao tem tudo do que precisa? tem agua? tem comida? tem saude? tem uma esposa? tem seu pai e sua mae vivos e felizes e saudaveis... do que precisa mais?
- nao sei pai ... eu sinto um vazio....
- cuidado... pois esse vazio é a porta de entrada pra vivermos de novo no inferno. preencha o seu vazio com amor. com o cuidar. com algum trabalho. vai correr. nadar. cuidar da horta. vai dar uma volta. mas volte. porque estarei sempre aqui te esperando.... mas nao se iluda! o vazio faz parte do cheio. uma hora vc tá cheio de energia. e na outra vc está sem nenhuma. uma hora o copo está cheio de água e no outro vazio. o vazio é preenchido pelo pleno e vice versa... temos que saber lidar com isso.... se sempre quisermos tudo sempre cheio podemos nos perder e ficarmos vazios de consciência... vazios de amor.... vazios de compreensão... e mais uma vez nos perdermos ..... e se nos perdermos mais uma vez, daqui a 10000 gerações estaremos aqui novamente conversando sobre isso ... em como nos perdemos e nos enchemos... e nos esvaziamos..... e nos enchemos e nos esvaziamos.... num eterno vai e vem.... um eterno respirar.... o respirar sem sentido do universo

quinta-feira, dezembro 19, 2013

quanto vale a sua alma?

a sua força vital serve pra alimentar a engrenagem de um sistema que alimenta a força vital de outro ser ou serve pra alimentar os seus próprios desejos?

segunda-feira, dezembro 02, 2013

meu pai

meu pai não me deu norte.
nem sul, nem leste, nem oeste.
nem leme, nem direção.
mas,
ele me deu as estrelas...

 hoje meu aniversário sinto falta pra caralho dele.................

sábado, janeiro 12, 2013

fractal

é impressionante como podemos viajar o universo inteiro e fazer qq coisa que quisermos..... é só ter a vontade.... e respeitar essa vontade... e abraçar esse momento como uma graça divina e viver como se fosse o último segundo de nossa existencia..... simples assim...... fazendo isso seremos autenticos com o próprio coração e respeitando essa vontade interior teremos o respeito de todo o universo!

terça-feira, dezembro 04, 2012

rito



Precisamos nos ritualizar e desacelerar... o mundo precisa parar para respirar um pouco... e escutar o que o silêncio tem para nos contar...

sexta-feira, janeiro 06, 2012

frase que sintetiza tudo o que penso sobre tudo

"Não somos como aqueles que chegam a formar pensamentos senão no meio dos livros - o nosso hábito é pensar ao ar livre, andando, saltando, escalando, dançando (…)."

Friedrich Nietzsche (http://pt.wikipedia.org/wiki/Friedrich_Nietzsche)

domingo, novembro 13, 2011

o mito da caverna

em 2003 escrevi um texto. no meio dele soltei uma frase que só agora fez o sentido completo:

"a realidade nos chega através dos sentidos. mas qual é a realidade sem os sentidos ?"

tenho pensando muito sobre isso. tenho feito terapia e lido filosofia. quando li sobre o mito da caverna de platão refleti sobre nossa educação e cultura e estou começando a fazer uns paralelos com a nossa vida.

vou começar aqui a explanar algumas sensações que tenho e a questionar a nossa realidade. o que é a realidade.

começaremos nossa viagem com o cinema.

no cinema vc entra em um clima. compra a pipoca. senta na cadeira. apagam as luzes. o som é espetacular. não existe nada a sua volta, somente o filme. durante as 2 horas mágicas dentro da penumbra do cinema esse filme foi, portanto, a nossa realidade. não é por acaso que na primeira vez que exibiram um filme em uma sala da frança em que um trem vinha na direção da câmera todos sairam correndo de dentro cinema.....

quando vemos um filme, vivemos esse filme.

quantas vezes você não saiu de um filme sem saber direito aonde estava? e ficou triste ou feliz por alguns minutos ou horas talvez? demorou um tempo para se recompor?
quando o filme acaba temos um impacto de transição de duas realidades.

é igual a quando acordamos de um sonho muito significativo. acordamos e ficamos um tempão sem saber o que era então a realidade..... que nem a história do monge que sonhou que era um borboleta e quando acordou não sabia se era uma borboleta sonhando que era um homem ou um homem sonhando que era uma borboleta....

qual seria então a realidade?

e se agora pensarmos que a nossa vida e nosso dia a dia e tudo o que está nela foi colocado de forma para nos empurrar e induzir para um filme ou para um sonho.

como se todos fossem os figurantes do filme. os predios e outdoors os cenarios influenciando o tempo todo nossos movimentos impulsos e desejos? e nesse filme quem seriam os diretores?

desde pequenos toda nossa educação, programas infantis, livros, jornais, revistas, historias em quadrinhos, toda nossa educação e cultura enfim! - tudo nos induziu a sermos o que somos hoje! a vivermos nesse filme que quem está dirigindo definitivamente não somos nós.
"....
desde pequenos fomos programados a receber o que vocês
nos empurraram com os enlatados dos USA de nove as seis.
desde pequenos nós comemos lixo, industrial comercial....."

estamos sendo induzidos a desejar algo? ou o nosso desejo é autentico? quem somos nós afinal?

quem não desejou aos 18 anos ter um carro? quem te disse que ele iria resolver todos os problemas da adolescencia?
liberdade! foi a palavra-chave usada para os diretores conquistarem os adolescentes que pegam onibus e querem um carro para poder viajar, namorar e sair por ai...

quem não desejou aos 20 e poucos anos morar sozinho?
liberdade! foi a palavra-chave usada para os diretores conquistarem os pós adolescentes que moram na casa dos pais e querem ter um vida só "sua"...

quem não desejou aos 30 e poucos anos morar na casa própria?
liberdade! foi a palavra-chave usada para os diretores conquistarem os adultos que já sairam das casas dos pais, moram de aluguel e não querem mais pagar aluguel porque estão fudidos de grana....

"porra se eu nao pagasse mais aluguel poderia financiar um carro zero!!" ai o individuo vai na caixa economica federal financia um apartamento em 360 meses, financia um carro em 60 meses.... financia a TV de led em 12 meses..... e vive o resto da sua vida sonhando com o dia em que ficará livre das dividas...

é o escravo que sonha que um dia será livre e para ser livre torna-se mais escravo. e vive preso a ilusão de que é livre! fantástico isso não é?

para termos a liberdade nesse mundo que criamos viramos escravos! escravos do banco, da linha de credito, de financiamentos, do trabalho, do patrão, escravos SIM!

olha que engraçado isso: - que antagônico! o monstro vende o sonho da liberdade, vc a compra, vende a sua alma e torna-se um escravo!


criamos um monstro. o frankstein tomou vida. e que monstro complexo! tão complexo quanto nós mesmos!

vivemos então para alimentar o monstro que criamos?

como vamos nos libertar disso????


(ps.:mais um vez estou falando da palavra liberdade será que isso que estou escrevendo também faz parte das artimanhas do monstro?)

quinta-feira, maio 05, 2011

pancadão do dia!!!!!!!

"O caos é uma ordem por decifrar."



frase de José Saramago (se o google não falhou)

quarta-feira, abril 27, 2011

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

está tudo normal como sempre, obrigado pela preocupação senhores.

estou sem crises. minha familia é maravilhosa. estou super bem resolvido profissionalmente. meu emprego é uma maravilha. meu ofício uma dádiva.

se melhorar, deus castiga.

amém

terça-feira, dezembro 28, 2010

"Ensaio sobre a idiotice" ou "Diálogos apócrifos de Platão"

CAVERNA DE SÓCRATES. INTERIOR. NOITE

Pouco antes do amanhecer. SÓCRATES conversando com PLATÃO, os dois meio tocados. Algumas garrafas de vinho vazias largadas por ali. PLATÃO termina de esvaziar a última garrafa no seu cálice, vira tudo de uma vez só e joga o cálice na parede, que explode. SÓCRATES fala o tempo todo com uma garrafa de cicuta na mão. De vez em quando dá uns golinhos.

SÓCRATES - (Divagando) É uma coisa tão idiota...

PLATÃO - O quê?

SÓCRATES - Por exemplo... Já que não existe critério de verdade, eu pergunto, como quem não quer nada...

SÓCRATES levanta-se e fala para a parede, como se ali estivesse presente o seu interlocutor.

SÓCRATES - (Irritado) Se é assim, do que é que o senhor está falando, pode-se saber? Hein, seu idiota?

PLATÃO dá uma gargalhada.

SÓCRATES senta-se novamente, rindo, e dá um gole na cicuta.

PLATÃO - (Rindo) E pensar que tanta gente... Deixa pra lá.

SÓCRATES - É, meu amigo... Inteligente ou idiota, verdadeiro ou falso, bonito ou feio... Se o homem é a medida de todas as coisas, o que importa?

PLATÃO - Exatamente... É um pensamento tão idiota, mas tão idiota que não dá para entender como é que alguém pode ser tão... (RI)... Idiota (?) de proferir esta frase, sem se dar conta no mesmo instante que trata-se de uma perfeita idiotice.

SÓCRATES - Boazinha essa.

PLATÃO - Valeu, mestre.

SÓCRATES - Anota aí, para a posteridade.

PLATÃO tira o seu bloquinho e caneta do bolso da camisa.

PLATÃO - Manda.

SÓCRATES - A diferença entre o pensamento idiota e o inteligente é a seguinte: o pensamento idiota consegue proliferar rapidamente nas mentes idiotas, que são a maioria, é claro. Já o inteligente precisa de esforço, de tempo para ser elaborado, germinado, até que finalmente seja parido por alguém, em uma determinada época, mas que os idiotas de plantão logo tratarão de, com ares de "estamos fazendo um grande favor para a humanidade" transformá-lo na coisa mais idiota possível e, o que é pior, vendê-lo como se fosse a coisa mais inteligente do universo para os demais idiotas, que irão comprá-la, é claro... (DÁ MAIS UM GOLE) Anotou tudo?

PLATÃO termina de anotar, guarda o bloquinho e a caneta no bolso e faz que sim, pressentindo o pior que ainda está por vir.

SÓCRATES - O mundo é dos idiotas, Platão... Acontece que, na dúvida, todo mundo prefere pensar que é inteligente, mas na real mesmo é bem provável que nós também sejamos apenas mais dois idiotas na face da terra.

PLATÃO - Defina "idiota", mestre, por favor.

SÓCRATES - Vamos lá... Segundo o Doutor Marcus Aurélius: idiota, adjetivo, do latim, idiota: sujeito pouco inteligente; estúpido, ignorante, imbecil. Também pode significar tolo, ou pretensioso, afetado.

PLATÃO - Ou seja, idiota é o cara que acha que é esperto, mas na real é uma besta quadrada... ?

SÓCRATES - Perfeito. Agora me responde uma coisa.

PLATÃO - Diz aí.

SÓCRATES - Quem pode dizer que é um sábio e, imediatamente, não ser considerado um idiota completo?

PLATÃO - Falou e disse... Sabe que eu nunca tinha pensado nisso?

SÓCRATES - Pois muito mal. (DÁ MAIS UM GOLE) E, se tudo vai mal, pode ser um sinal de que, no Céu, as coisas vão muito bem, obrigado... Vai saber?

PLATÃO - Mais um pensamento idiota, vai lá.

SÓCRATES - Exatamente, meu caro Platão. Que diferença faz, no final das contas?

PLATÃO - Então me dá um gole dessa cicuta.

SÓCRATES - Sem chance, essa daqui é minha. Se quiser, vai comprar a tua, paspalhão.

SÓCRATES vira a garrafa de cicuta e joga-a na parede, que também explode.

PLATÃO - (Levantando-se) Valeu, mestre. Vou nessa.

SÓCRATES - Valeu, cara. Bom descanso.

ELES apertam as mãos.

PLATÃO sai.

SÓCRATES se deita e fica olhando para o teto de sua caverna, a divagar.

Um galo canta do lado de fora.

quarta-feira, novembro 24, 2010

Carne fresca! ops... Notícia fresca!

ERRADICAÇÃO DA MISÉRIA JÁ!!!!! ESTADO DO RIO ESTÁ DOANDO CHURRASCO PARA OS BENEFICIÁRIOS DO PROJETO BOLSA FAMÍLIA!!!!!

fonte: jornal o bobo - economia

A criação do homu sapiens neo antropofagus ou como fazer um churrasquinho a beira de uma guerra civil

como estamos a beira de uma guerra civil e a moda é queimar onibus com os passageiros dentro, o estado determinou a todos que:

ao sairem de casa levem consigo farofa e molho a campanha!!!!

fonte: jornal o bobo - gastronomia

sexta-feira, novembro 12, 2010

quem procura acha?

se você chegou até aqui é porque está procurando algo.

já parou para pensar que o que você está procurando pode estar ai do seu lado e não aqui?

eu também estou a busca. a procura. sempre!

procurando um pergaminho
um mapa
um manual de instruções
um insight - fiat lux!
respostas e mais respostas e mais respostas! ad infinitum!
para ver se essa angustia, esse aperto na alma passa... mas ela só aumenta!

desde pequeno eu sempre quis saber as respostas:

"porque o céu é azul?"

e me respondiam

"porque é"

eu ficava puto!

mas hoje, pra falar a verdade nesse exato segundo escrevendo isso aqui que eu me toquei que a resposta era ótima!
só nesse instante que compreendi a profundidade dessa resposta...

(veio o insight!!!!!)
(acompanhado de suspiros)

é.....

(mais suspiros)

tenho que parar de procurar.
pois só assim poderei encontrar o óbvio que paira sobre mim.

domingo, outubro 24, 2010

5 seguidores!!!!

caraca ae!!!! temos 5 seguidores!!!!!! tem noção kurosawa????

agora nos resta saber: para onde estamos indo???

sábado, outubro 23, 2010

(...)

me calo para o galo não cantar. se não, o sol nascerá antes do tempo e o que será da lua?

sexta-feira, agosto 20, 2010

deus é bipolar!

deus,

aceito você como vida e como morte
como felicidade e tristeza
bondade e maldade
clareza e escuridão
saúde e doença.

mas eles dizem que quando acontece alguma coisa boa é: "graças a deus!"
e quando acontece alguma coisa ruim é: "o diabo!"

deus,

espero que algum dia compreendam a sua mente santa e diabólica e agradeçam não só pelas veredas floridas mas pelos caminhos desérticos: - essa é a verdadeira FÉ!!!

amém.

segunda-feira, julho 26, 2010

leo vai ser papai

É cara, fiquei muito feliz com essa notícia. Não é o primeiro dos meus amigos que será papai, mas é o primeiro dos meus irmãos. A vida é assim: nos dá amigos e também nos dá irmãos.
Eu tenho poucos irmãos nessa vida e o Leo é um deles. Por isso fiquei tão impressionado e emocionado com essa notícia, pois é o primeiro dos meus sobrinhos que está vindo ai, ou sobrinha quem sabe?
E veio num momento tão significativo pro Leo - creio eu. No meio da borbulha da vida com emprego e familia, agora o Leo, aquele garoto solitário com um skate embaixo do braço e com cara de triste que fui puxar papo e chamar pra andar de skate comigo no play do nosso prédio, vai ser papai. Ele também veio de familia de pais separados assim como eu. E tenho certeza que esse filho e a sua mulher tão desejada e amada por ele, vão dar a ele muita felicidade. Muita mesmo de coração.
Leo agora vai ter uma FAMILIA!!!!! Você sabe o que é isso meu amigo???? Familia????? Você vai ter uma mermao!!!!!!! Como disse seu irmao hoje: você não está mais sozinho!!!!!!

Estou emocionado por ele e por mim. Que bom meu amigo que vc vai ser papai! Parabéns do fundo do meu coração! Sinto um prazer imenso em ser membro dessa sua família mesmo que indiretamente meu irmão Leo!

Com muitas lágrimas de felicidade, um abraço do seu irmão Gabriel!

a última gota

cá estou mais uma vez no ponto de partida. penso que evolui mas na realidade estou parado no tempo. alias o que é o tempo? é uma reta ou um circulo?
hoje de manhã o céu estava bem azul e o verde lindo como todo outono. o vento gostoso batia em meu rosto e gostaria tanto de ter ido a praia com minha namorada mas tive que trabalhar - aliás, tentar.
por falar em tempo e na beleza do dia, eu estou num momento da minha vida que achava que não existia - estou crendo novamente no amor! para mim o amor era esquizofrenia dos poetas românticos enebriados de haxixe ou era alguma palavra perdida em algum textinho idiota de camões interpretado pelo renato russo. mas não! o amor existe e é possível amar sim! e sentir tesão sim! e os dois ao mesmo tempo sim! e eu que achava que as duas coisas nao poderiam coexistir... mais uma vez a vida me dá um soco para eu acordar e me mostrar como sou uma criança ainda...
falta agora eu resolver o problema com meu trabalho. estou tão entendiado, tão desmotivado e tão desanimado com o trabalho... chego todo dia do trabalho triste deprimido e minha avó me diz: pense no dinheirinho no fim do mês. sim eu penso mas mesmo assim ele não é tudo... será que assim como o amor e o tesão coexistirem, não será possível trabalhar com amor, satisfação, prazer, tesão e além do mais ganhar dinheiro assim? eu creio que sim! estou nessa busca!
a vida é uma fonte inesgotável de possibilidades! se você acha que já bebeu toda a água dessa fonte, ela sempre te dará mais uma gota!

quarta-feira, junho 02, 2010

Surf no Pontão do Leblon

Hoje acordei cedo pra surfar mas me deu maior preguiça e voltei a dormir.... fiquei inquieto e resolvi ir procurar onda pra fotografar.
Cheguei no pontão do leblon e encontrei o mar gigante.
Parei pra tirar fotos e dei sorte quando o profissional Marcelo Trekinho entrou no mar para dar um show pra galera...

Resultado: consegui que publicassem as fotos que eu tirei em 4 sites!!!

Vão os links abaixo:

http://ricosurf.globo.com/NoticiasRicosurf2.asp?id=12224

http://www.revistasurfar.com.br/portal/wp/?p=1952

http://wetworksurfboards.blogspot.com/2010/06/trekinho-da-show-no-quintal-de-casa.html

http://carlosburle.com/2010/06/big-surf-no-leblon/

segunda-feira, maio 31, 2010

descendo a morra!

estou apaixonado amando loucamente!!!! e como estou com medo de me fuder!!!! mas o medo é dos fracos que não descem a morra!!! então eu quero é mais!!!!!

como eu sempre digo: que se foda ontem! eu quero mais é hoje!

quarta-feira, maio 26, 2010

Santíssima Trindade Infernal

fui pra trindade com minha namorada e passei 1 semana lá. levei comigo uma caixa com aveia, mel, linhaça e etc para complementar o meu café da manhã. esse mel eu comprei do porteiro do prédio da minha avó, um mel muito puro e delicioso que veio do ceará. de manhã eu comia banana amassada com esse mel e os grãos que havia trazido e em poucos segundos apareciam varias abelhas para rodear os restos do meu prato e a garrafa aonde estava o mel. todo dia era esse mesmo ritual: acordava, beijos na namorada, ia com o meu caozinho ver o mar, bom dia namorada, café da manhã, praia, surf, almoço, surf, muito amor e sono dos deuses. infelizmente tivemos que voltar. quando cheguei em casa abri a caixa com os produtos para guardá-los e lá de dentro saiu uma abelha. ela voou e foi para as outras garrafas com mel. fiquei me sentindo muito mal: eu tirei a abelha de lá de trindade e trouxe ela aqui pra esse inferno. o que será que aconteceu com ela? provavelmente ela já morreu, ou se teve sorte, foi para o meio da mata e lá está se virando de alguma forma. todo dia eu penso nessa abelha e sinto vontade de chorar, fico com muita pena dela. até que cheguei a seguinte conclusão: essa abelha sou eu.

quarta-feira, dezembro 02, 2009

quinta-feira, novembro 26, 2009

tem coisa pra carai entre o céu e a terra...

Me mudei para a casa de minha avó. O aluguel no rio está caro e estou reavaliando certas coisas na vida...
Essa noite fui acordado com alguém me chamando:
"Gabriel!"
Era uma voz de homem.
Acordei e olhei para a porta e vi que tinha alguém de estatura baixa com o braço apoiado na porta aberta para o corredor. Por não ter mais ninguém em casa além da minha avó e da empregada, achei que fosse minha avó e perguntei:
"Que foi vó?"
Nenhuma resposta e a pessoa continuava parada na porta imóvel.
"Fala logo ai vó..."
Meu cachorro levantou o olhou para mim sem entender e continuei sem nenhuma resposta.
Acendi a luz do abajur e vi que não tinha ninguém na porta.
Resmunguei:
"Ah não... de novo não....."
Apaguei a luz do abajur e voltei a dormir...

Mas fiquei com uma coisa na cabeça.... não parecia ser meu avô que morreu no começo do ano... e nem meu tio que morreu em 84 ... e nem meu pai que morreu em 2006 ....
então, quem era a figura que apareceu?

E de manhã fui contar isso pra minha avó e pra empregada dela... a empregada falou que ouviu passos por volta das 2 e meia da manhã...

sexta-feira, novembro 13, 2009

Piada

No final do expediente, falaram para o estagiário de Itaipu:

- Apaga tudo quando sair...

quarta-feira, setembro 30, 2009

vendemos lógica a 99 centavos

era uma vez um rapaz que foi ao supermercado fazer compras...

- bom dia, por favor, aonde eu encontro a lógica?
- blerh.... (com aquele bom humor de sempre)... está ali no setor da razão... perto das verdades e das éticas decompostas... próximo aos iogurtes aristotélicos...
- ah, obrigado

e lá foi o rapaz procurar a lógica, mas chegando lá não encontrou a que estava acostumado.

- oi, por favor moça, estou procurando aquela lógica bem quadradinha e bem perfeitinha... tá lembrada como era?
- ih moço.. essa ai não existe mais... saiu de fabricação... agora eles só tem entregue essa ai meio esquisitinha.... meio disforme.... meio redonda, meio poligonal.... mas a embalagem é a mesma de sempre!
- ai meu deus... sempre uma novidade.... que saco....

e lá foi o rapaz levando pra casa consigo o saco de supermercado pensando: "nossa estou ansioso! a tempos que não as encontro... e agora nesse formato... será que mudou alguma coisa?"

o rapaz chegou em casa todo feliz. sentou em sua melhor cadeira... acendeu um incenso, ligou a vitrola e colocou seu vinil preferido: "racional" do tim maia. tirou do saco de supermercado seu pacotinho meio redondo meio poligonal e colocou em cima da mesa central da sua comoda sala.

ficou ele ali olhando pro pacotinho um bom tempo.

abriu cuidadosamente aquele invólucro disforme e, que surpresa! dentro do pacotinho tinha uma semente.

o rapaz ficou olhando uns 10 minutos pra semente... sem ver sentido algum naquilo... pegou o pacote e leu em letras miudas: "após usar, não reutilize a embalagem, descartes com cuidado..." e boladão viu um telefone do SAC na embalagem .... e ligou

- platonius aristotelicum logos supremus boa tarde!
- oi, comprei aquele produto com vocês, a lógica... mas só que além do recipiente ter vindo diferente veio uma semente dentro. isso não tem lógica nenhuma!
- lógico que tem! a semente serve pra que? pra regar uai! pega ela, poe num pote com terra e rega!
- ah tah, é... faz sentido... obrigado, boa tarde.

o rapaz indignado ligou pro supermercado...

- rational squizofrenic supermarket pois nao..
- oi comprei uma lógica ai e veio uma semente dentro...
- lógico! por 99 centavos vc quer o que? uma macieira? um pé de feijão? a arvore da sabedoria do buda no meio da sua sala? rega essa porra ai e reza pra acontecer alguma coisa.... onde já se viu!

o rapaz então, como nada mais tinha a fazer, colocou a sementinha dentro de um vaso cheio de terra, regou, rezou e foi dormir.

nessa noite ele teve o sonho mais feliz de sua vida. tudo no mundo fazia lógica, tudo se encaixava perfeitamente, as ciências tinham alcançado seu apogeu lógico-racional! se chovia havia uma razão! os sentimentos, tinham lógica! a política, as cores do camaleão, a existência das pulgas e baratas, os pentelhos e os cheiros das flores tinham uma razão! e o melhor de tudo! todos os textos do mundo eram coerentes com a SUA realidade! enfim, tudo fazia o mais amplo sentido para os SEUS sentidos...

ele acordou feliz da vida! e, até mesmo antes de escovar os dentes e lavar o rosto como sempre fazia todo dia logicamente, foi até o vasinho para ver o que havia acontecido com a sementinha...

quando chegou lá olhou dentro do vaso. e lá dentro tinha um carinha regando várias plantinhas....

ai o rapaz pirou de vez....

- o caralho! o que tu tah fazendo ai dentro mermão?
- ??
- tu mesmo ai dentro do vaso.... que porra é essa???
- tah falando comigo ô babaca?
- é isso mesmo ai seu vermezinho do vaso.... que que tu tah fazendo ai dentro cumpade?
- eu? tu ainda me pergunta? to regando as minhas plantinhas uai... e tu? já não regou a sua ontem?

Isto tudo não faz sentido algum!

Não senhor, não existe lógica alguma em seu "texto", nem lógica nem ilógica, mas você pode refutar o que estou dizendo, eu, o príncipe da escolinha, orgulhoso demais para ficar de joelhos, dizendo que vômitos não possuem lógica e fico aqui tentando encontrar uma lógica em tudo isso e regurgitar o meu vômito para não sujar esta rua de transeuntes limpinhos e esterelizados, mas eu tenho apenas a visão de raio-x e só vejo o lodo que sai dos escapamentos de esgoto da Rua Humaitá, a ceg e a cedae fazem obra todo dia para tentar conter a sua merda, não, senhor, ela não pode aparecer e eu aqui estou muito muito muito muito cansado de tentar limpar tudo isto. Muito cansado mesmo.


BLEEEEEEAAARGH








suruba mística mitológica

vomito milhões de fotos e tintas e fatos para tentar buscar algum sentido lógico ou ilógico...
cola sobre foto
cola cobre fato.
tudo acontece a cem mil quilômetros por hora e você respira em apenas um segundo... meus lábios não se movem mais, cansados de idealizar a perfeição --portanto vomito.
o sinal fecha e as pessoas atravessam. borbulham idéias em um espaço de pessoas passando --intercomunicação--.
sintonizo ondas vindas do caribe, miami e cajú; sintetizo-as e lanço no ar a suruba mística mitológica de agrados mil.

(o kurosawa não entendeu e portanto resolvi explicar esse texto hoje 02/10/2010:
ele foi escrito na agenda de um amigo meu logo depois de ver o seu trabalho de cola "polar" colorida sobre fotos. ele é um excelente fotógrafo de goiania. eu devia ter uns 21 anos e tinhamos acabado de cheirar cola de sapateiro...... que queimação de filme hein....)

quarta-feira, agosto 19, 2009

Claro, meu amor!

- Vamos lá. Era uma vez um casal apaixonado.
- Beleza.
- Eu vou fazer o homem, você faz a mulher, ok?
- Ok.
- Então vou começar.
- Tá.
- Amor, posso rasgar o seu clitóris para você nunca mais sentir prazer?
- Claro, mozinho. Deixa eu pegar a tesoura.
- Você não se importa?
- Claro que não!
- Então me dá aqui a tesoura.
- Toma. (BARULHO DE TESOURA CORTANDO)
- Pronto, amor. Agora você está prontinha para se casar comigo.
- Eu te amo querido.
- Eu também te amo, lindinha.
- E viveram felizes para sempre.
- Legal.

Às vezes sinto vontade de fazer amor

- Faça de conta que você é uma mulher.
- Hummm... Uma mulher...
- Sim. Uma mulher bem gostosa.
- Tá. Sou uma mulher bem gostosa.
- Isso. Você é uma mulher bem gostosa.
- Ok. Sou uma mulher bem gostosa.
- Exato. Você está numa sala de aula.
- Beleza. Aula de quê?
- Filosofia.
- Legal.
- Você está tentando prestar atenção na aula. Mas tem um cara te olhando sem parar.
- Ele é bonito?
- Não. É feio como o diabo. Careca e barrigudo.
- Ok.
- Então tá. Está visualizando?
- Sim.
- Beleza. Vai lá.
- Eu levanto da minha cadeira e...
- Carteira.
- Como?
- Você se levanta da carteira.
- Certo. Me levanto da minha carteira e vou até o careca barrigudo.
- Legal. O careca fica te olhando, apavorado.
- "Ô seu careca viado! Por acaso você pode parar de me olhar e me deixar prestar atenção na porcaria da aula?"
- "Como? Mas eu não estou fazendo nada, senhora..."
- "Senhora é a puta da tua mãe."
- "Desculpe... Eu não quis ofender..."
- "Vai se fuder, ô careca babaca!"
- "Desculpe..."
- Aí eu volto para a minha carteira e continuo a prestar atenção na porcaria da aula de filosofia.
- Beleza. Acho que já deu. Você pegou o espírito da coisa.
- Sim. Já me sinto uma mulher de verdade. Só que uma mulher de verdade não faria isso.
- Não faria mas teria muita vontade de fazer.
- Verdade.
- Legal! Então vamos ensaiar mais uma vez.
- Ok. Estou na minha carteira, prestando atenção na aula e...

"Ô CARECA!!! TU TÁ OLHANDO O QUÊ, SEU BABACA?!!!"

terça-feira, agosto 18, 2009

Amadurecer

- Como é? Está pronto para ensaiar?
- Estou pronto.
- Então vamos lá. Você está na beira do abismo, segurando uma faca. Você olha para a faca, que reflete o sol.
- Para quê a faca?
- Você quer se matar, esqueceu?
- Sim, mas o abismo está na minha frente. Não seria melhor me jogar? Isso não faz sentido.
- Com a faca é mais doloroso. Você está em dúvida.
- Estou em dúvida se quero sentir dor ou não?
- Exato.
- Não entendo. Como alguém pode querer sentir dor?
- A dor lhe dará a sensação de estar vivo, pelo menos uma única vez na vida, entende?
- Entendo. Vamos lá então. Estou olhando para a faca. Estou em dúvida se me jogo ou enfio a faca na barriga.
- Na barriga não. Você não quer sujar tudo.
- Estaria eu preocupado com a limpeza numa hora dessas?
- Claro. Que idéia.
- Ok então. Vamos lá. A faca está na minha barriga. Minhas tripas já estão para fora.
- Você é deprimente.
- Quero me sentir vivo antes de morrer.
- Mas o abismo não iria te matar...
- Como não?
- Ué! Por acaso não te lembras? Tu sabes voar.
- Verdade, eu tinha me esquecido. Mas agora minhas entranhas já estão abertas e as tripas estão saindo para fora.
- Agora é tarde, de fato. Uma pena.
- É. Será que ainda posso voar?
- Fique à vontade.
- Obrigado.

sexta-feira, agosto 07, 2009

téle-marquetingue

diálogo entre um operador da oi e rosinha (a moça que trabalha aqui em casa):

operador - "bom dia! estamos ligando para lhe oferecer uma promoção do oi velox!"

rosinha - (com aquele jeito nordestino debochado arrastado) "ô moço, pra mim dinossauro, extraterrestre e internet é a mesma coisa....."

operador - "obrigado minha senhora, tenha um bom dia..."

domingo, julho 19, 2009

Roleta Russa

Um bilhete de loteria rasgado me parece um bom projeto de vida. O aço frio na minha testa (Na boca?). Não, senhor, nada de novo no front. Apenas tirei o velho projeto da gaveta. Mais nada. Se Deus quiser, agora vai.

segunda-feira, julho 06, 2009

Oh glória

(Entram os violinos de fundo. Voz suave, quase inaudível)

Já já meu querido filho

Ela vai chegar

Não se preocupe, filhinho

A morte chegará

Em breve o fim do lamento

Da tristeza e da dor

Desta vida tão pesada

A morte é o fim e mais nada

(Entra piano. Repete)

De tudo e mais nada

(Entram intrumentos de corda)

Oh meu Deus quantas lágrimas

De sofrimento e dor

A morte já vai chegar

A vida já já vai embora

(Volume dos violinos aumenta)

Nunca mais sofrimento

Agora só existe o perdão

De toda miséria causada

Em seus miseráveis irmãos

(Entram percussão, bumbo e pratos. Todos ao mesmo tempo)

Já já meu querido filho!

A morte vai chegar!

Não se preocupe meu filho!

Ela já vai chegar!

(Repete, com força total)

Já já meu querido filho!!!

A morte vai chegar!!!

Não se preocupe meu filho!!!

Ela já vai chegar!!!

PRAMPAM!!!!!

(Último bater de pratos anuncia o fim da música)

terça-feira, junho 30, 2009

ensaio sobre a infelicidade

o que estou fazendo aqui? minha vida parece perfeita pros olhos dos outros... tenho um apartamento bom, carro zero,
bons empregos, um salario bom mas porque nao estou satisfeito?

fazendo uma analise pessoal agora,,, parando para pensar com calma percebi que o problema é o meu trabalho.

estou aqui agora fechado em uma sala olhando pro computador resolvendo coisinhas burocraticas do sistema da fábrica.

cade as pessoas para eu conversar? aonde posso colocar meus dons artisticos? aonde estou colocando minha criatividade?

outro dia pensei numa pequena historia:
um casal num super carro saindo de um puta restaurante. o casal meio superficial daquele tipo conhecido. relogios,
roupas, papo de negocios, um casal bonito e perfeito pros olhos dos outros.
num sinal para uma motoca do lado e quebra o vidro do cara e entra no carro. aquele esquema sequestro relampago.
o assaltante era um mulato bem saradao encapuzado. todos tensos no carro.
o cara tah chilique demais é dispensado do carro. fica só o encapuzado e a madame.
enfim, depois de varias coisas a muleh nao é solta e vai pro morro com o assaltante.
ela fica inicialmente confinada mas depois ela vai se dando bem com o assaltante e começam um romance.
ela reavalia a relação com seu marido e poe em questao a vida com dinheiro e sem emocao.
pode-se colocar um elemento aqui do tipo o marido mora na vieira souto e é ele quem controla o morro e a venda de pó.
enfim, ele descobre que a mulher dele está no morro com o chefao trafica... e que ela está amarradona...
o cara entra em crise.... e contrata um cara para matar o trafica e ela... invasao da boca por um morro rival...

....

a tentativa fracassa.... o sarado era sinistro.... matou geral....

o marido corno boladão resolve com suas proprias maos subir o morro.... arruma uns segurancas sinistros..... contrata o bope..... e sobe o morro com umas armas sinistras...... podia rolar uma cena no estilo scarface do al paccino.....

e no final o assaltante sinistrao é fuzilado e fica entre a vida e a morte... e a mulher no meio chorando.... e o marido inconformado pede pra ela voltar pra ele pq nao tem mais jeito... e o cara morre nos bracos dela e ela se mata na frente do marido corno....... e o corno se mata........ ou sei lá.... vamo pensar.....

domingo, junho 28, 2009

fotografia da alma


quantos anos eu vivi em uma frase?

quantas lágrimas contém em uma palavra?

quantas dúvidas eu tive com os pontos de interrogação?

quantas decisões tive que tomar com um ponto de exclamação!

quantas brochadas eu dei com um simples ponto.

quantas vezes me perdi no espaço entre duas palavras?

quantos beijos eu já dei com uma vírgula?

escrever,
é como tirar uma foto da alma.

Sou Apenas Mais Um


Sou apenas mais um
com seu calor infinito
Sou apenas mais um
com seus eternos conflitos
Sou apenas mais um
com seus sonhos perdidos
Sou apenas mais um
sem um rumo definido

Sou apenas mais um
fugindo da serpente
Sou apenas mais um
enlouquecendo de repente
Sou apenas mais um
apodrecendo eternamente
Sou apenas mais um
amando loucamente

Sou apenas mais um
dentre um milhão
Sou apenas mais um
pedindo perdão
Sou apenas mais um
que não é cristão
Sou apenas mais um
sofrendo como um cão

Afinal, o que sou?
Sou um verme, um plunctum
Afinal, o que sou?
Sou apenas mais um.

terça-feira, janeiro 13, 2009

folha de caderno escolar amassada encontrada num ponto de ônibus.

o que você vê não é o que parece ser. é mais do que isso.
as estrelas na verdade não existem, o que existem são buracos. e cada buraco uma alma para preencher.
os sóis são divinos e as almas universos inteiros.
quando você dorme a alma viaja para longe. para outra dimensao além daqui.
digamos que a lavoura do café escravizou os homens. e não podemos fechar os olhos para isso.
preciso de mais água para acalmar o coração que borbulha de paixao.
gosto muito de você. mesmo quando o sal da boca se for.
corintians está perdendo como sempre.
e eu aqui nesse jaula.

segunda-feira, janeiro 05, 2009

yin yang

consigo sentir sua respiração por perto.
o cheiro do medo.
seu frouxo.
quem mandou vir até aqui?
por que foi se meter por essas veredas?
agora é tarde...
tenta voltar ae mermão.
quero ver se é capaz...
olha lá ele... haha.... perdidinho.... haha.... todo borrado....
ih, tá chegando a hora da decisão....
que isso? pegou uma moeda? idiota... FRACO... de que adianta a moeda seu merda?????
hesitou. jogou a moeda. vi o brilho dela girando no ar ofuscando minha escuridão.
cara ou coroa?
a moeda caiu no chão.
tensão.
coroa: virou a esquerda ao invés de a direita.... haha... se fudeu... ali era a sua última esperança.... o sopro do destino não quis que ele se libertasse....
e além do mais o idiota esqueceu o fio de ariadne.... haha.... é um bostinha mesmo..... não aprendeu com a história não??? de que adiantou anos da melhor da escola??
está vindo na minha direção.... mais alguns passos e.....
cara a cara.
quando viu meus longos chifres ficou branco.... pálido..... amarelo..... mijou nas calças com as pernas tremendo....
se ajoelhou aos meus pés e começou a chorar. elevou o rosto para mim com aqueles olhos sem brilho e sem vida implorando que eu falasse alguma coisa.
e de minha boca esse ser só poderia escutar uma coisa:

- aê titio. é o preto ou o branco?

sexta-feira, setembro 26, 2008

Mahabaratrix


Como tive dificuldade em largar esse vicio! numa das minhas ultimas ondas - logo apos ter em um final de semana cheirado cola e tomado tres "balinhas" - comprei 50 gramas de um bagulho solto pra conseguir parar de usar o ecstasy. eu estava vendo a hora que ia ser mandado embora do trabalho, nao tava mais dando aquele gas e nem estava mais com o tesao que tinha em trabalhar. e alem do mais depois desse final de semana fiquei uma semana no trabalho sem saber o que estava acontecendo. e bem no meio dessa semana eu comprei o tal bagulho.
eu fumava e lia o livro "eram os deuses astronautas".
fumei, fumei, fumei.
em um certo dia depois de ter fumado um em casa fui ao banheiro e tinha uma barata. peguei o inseticida e furioso encharquei a barata com inseticida. ela ficou ali se retorcendo e comecei a ficar com pena dela e sai do banheiro. dei uma volta pela casa e voltei pro banheiro - lah estava ela! se retorcendo toda, as patinhas tremendo e jah estava de cabeca pra baixo (posicao classica de barata com inseticida). fiquei com muita pena e ela comecou a falar comigo por transmissao de pensamento:

- porra, to muito tonta, acho que to morrendo, que merda ... nossa! que dor na barriga ...

(eu estou escutando ela mesmo ?)

- tah tudo se contraindo to perdendo a respiracao .... ai que dor .... ahh

(caralho !!! to pirando soh pode ser ... vou tentar um contato ... to com moh pena dela)

- po cara foi mal mas voce estava ai e eu falei pra tu sair fora do banheiro mas voce se alterou toda ... quase veio pra cima de mim ... po e voces sao nojentas andam pelos esgotos, em lixo e tal, transmitem doencas ... po pensa soh ... pra mim eh foda neh? e teve outro dia que uma de suas amigas subiu na minha cama ... fiquei muito puto !!!!

- ai ... ahhhh que dor .... a culpa eh de voces humanos, jah tivessemos nossos dias de gloria aqui na terra assim que chegamos de nosso planeta. quando nao havia toda essa poluicao. mas voces humanos sempre tiveram nojo de nos e o que nos restou foi ficar nos esgotos.(eu escutava atentamente essa historia louca)
alias eu sou um principe das baratas. ra... (falou o nome mas não me lembro).

- o que eu posso fazer pra te ajudar ?

ai tive a unica ideia que me veio a cabeca. peguei a barata e levei pra pia da cozinha. comecei a dar leite pra ela. minha mae sempre me falava que leite era bom pra desintoxicar.

- o que eu posso fazer pra tentar uma convivencia mais pacifica entre eu e voces? nao quero mais matar nenhuma de voces .. eu me sinto muito mal toda vez que mato uma da sua especie e de qq outra. nao quero mais matar animais nem inseto algum. vamos fazer alguma especie de trato ?

- se vc todo dia colocar comida em algum lugar para nós entao podemos fazer um trato.

- ok, entao eu coloco comida aqui no parapeito da cozinha toda noite e podem até se esconder aqui na cozinha. mas se passarem da cozinha pra qq outro lugar que seja da minha casa, a porrada vai comer! eu soh vou falar uma vez e a barata que seja vai ter que sair fora aqui de casa na hora. se nao sair vou torturar!!!

- e voce prometa que nao vai contar a ninguem sobre essa conversa senão o trato nao existirá mais.

nesse ponto o papo estava fluindo normalmente. quem diria!! eu conversando com uma barata na cozinha dando leite pra ela se desintoxicar da sprayzada de inseticida. me dei conta e pedi pra ela :

- se essa conversa realmente estiver existindo e tudo nao for invenção da minha cabeca, por favor levante a antena direita.

e ela levantou.

corri pra sala comecei a chorar. pensei em ligar pra minha mae e dizer que tinha enlouquecido mas o trato com minha recente amiga seria quebrado, e alem do mais o que diria minha mãe sobre isso ? ia logo mandar os bombeiros aqui para casa pra me dar uma injeçãozinha.

(...)

terça-feira, agosto 19, 2008

domingo, agosto 10, 2008

reflexão da madrugada


"A arte genuína não conhece nem fim nem intenção."





extraído do livro: A Arte Cavalheiresca do Arqueiro Zen.


Dito quando o aluno não estava conseguindo achar o equilibrio entre tensionar a corda sem tensionar o músculo, para então soltar a corda sem fazer tremer o corpo. Soltar a corda sem a intenção de soltar. Soltar a flecha sem a intenção de acertar o alvo. Extinguir o EU.



Sempre quando escrevo aqui no blog com intenção o texto fica uma merda. Me preocupo com quem vai ler, o que vão dizer. "Caraca esse texto agora vai virar um livro!" ou pior "Caraca! Algum dia alguém vai ler o nosso blog e vão querer publicar um livro! Eles são gênios!"
Quero chegar ao fim sem percorrer o caminho.



Sempre quando escalo com a intenção de atingir um objetivo ou de vangloriar meu ego ou ser prepotente perante os outros é sempre a minha pior escalada e quase nunca consigo. Mais uma vez querendo chegar ao fim sem percorrer o caminho. Hoje mesmo pela manhã fui tentar uma via que há 5 finais de semana estava tentando. Sempre com aquele sentimento de obrigação. Hoje entrei nela pensando assim "nem vou fazer ela toda, vou me divertir, se não conseguir foda-se". Fui fazendo a via e quando cheguei na agarra em que sempre caia, fiz o movimento sem pensar, e quando me dei conta a próxima agarra já estava ao meu alcance. Fiz a vida despreocupado e sem fazer força. Sem tensão, sem intenção.

segunda-feira, agosto 04, 2008

uma linda borboleta....

primeira segunda-feira de agosto - o mês do desgosto.
não posso escalar, chove.
quando escalo meus dedos doem, tendinite.
próximo domingo é dia dos pais, papai está morto.
minha vida, uma merda.
meu casamento, um inferno.
meu trabalho, meu caixão.

e a borboleta? passou um carro por cima e a esmagou....

borbulha matinal ou mingal mental ou quem foi o puto que colocou a chaleira no fogo?

pára, minha cabeça! não ames! deixa o amor no coração! ó meus eus! meus eus! meus infinitos eus!

quinta-feira, julho 31, 2008

Ah! Ah! Ah! Morram, proletários!

Da pena de nosso poeta maior, da expressão individual da nossa cultura burguesa (Oh! Mas e o samba, meu Deus?!) eis que surge um verdadeiro consolo para o meu coração de saco cheio desta eterna perturbação mental...

"Pára, meu coração! Não penses! Deixa o pensar na cabeça! Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!"

Álvaro de Campos, 15-10-1929



"Pouco me importa. Pouco me importa o quê? Não sei: pouco me importa."

Alberto Caeiro, 24-10-1917

quarta-feira, julho 30, 2008

apague a luz quando sair...

falta coragem pra chutar o pau da barraca?
falta coragem pra seguir seu coração?
falta coragem pra ouvir o som da terra?
falta coragem pra ser o que tem que ser?

porque?

quem ditou as regras? veio de fora ou de dentro?

cala-te! deixe-me escutar: o puro som! o bater do coração do mundo! o pulso do universo!

cristo e seus provérbios me oprimem! o conforto e a riqueza acabam com a pureza da minha alma! sou fraco! sim sou fraco! sou cagão! tenho medo e o medo me cega os sentidos!

socorro! preciso de ajuda! assumo! me colocaram no labirinto e tenho consciencia disso... pelo menos isso.... querer sair do labirinto já é alguma coisa....

isso não tem sentido. as frases estão soltas, desconexas, perdidas....

estou ficando maluco. o chão se perdeu de vez.

estou me segurando para não mandar meu chefe tomar no ú! e mandar tudo pra casa do barbalho! entregar meu apartamento, mandar minha mulé seguir a vida dela, vender tudo que tenho e ficar livre de tudo! me reconstruir a partir do zero.... como se fosse um renascimento!

me permitiria parir do meu modo num mundo criado por mim mesmo! sim é um devaneio! mas só de pensar isso me dá um sossego na alma.

vou voltar aqui pro meu enterro.... continuar teclando esses programas idiotas.... fazendo um sistema idiota de um modo idiota.... ser pago pra não pensar...... sou um peão!

por favor, apague a luz quando sair...

sexta-feira, junho 27, 2008

reflexão do dia


O MEDO CEGA






* pensei nisso hoje pela manhã quando estava escalando e fiquei com medo. nesse momento não consegui mais enxergar nada a minha volta. o medo tomou conta e turvou todos os meus sentidos. as agarras de mão e pés sumiram. o grampo que estava a 2 metros de distância foi pra 10. a perna tremia, a mão perdendo força. ai essa frase me veio a cabeça como uma flecha. "FIAT LUX". parei respirei fundo e senti o vento batendo no meu rosto. relaxei. tudo ficou mais claro e comecei a olhar a minha volta e tinha vários lugares para colocar as mãos e os pés. ai refleti na frase acima e continuei a escalar tranquilamente... engraçado como essas coisa vem... uma simples frase carregada de conteúdo, experiência de vida!

terça-feira, junho 24, 2008

acordaê

uma nova era se iniciou. o urso saiu da hibernação. está na hora de buscar alimento. é necessário atravessar a grande água. novas montanhas e novos abismos a serem transpassados. antigos desafios sobre ângulos diferentes. será que estou mais maduro? estou preparado? está na hora de retirar a terra sobre o meu caixão e a poeira do sotão. luz muita luz. chega de dias nublados e fantasmas. não quero mais ficar em cavernas no alto da montanha meditando ou em mosteiros entoando mantras ou nos confins de uma floresta esquecida da ilha de lost.
quero me encontrar e bater de frente com esse merdinha da escolinha.
acorda aê mermão, chegou a tua hora cumpade.

segunda-feira, junho 23, 2008

perdão

deus,
nos perdoe por estarmos acabando com tudo o que vc criou.
nos perdoe por não conseguirmos enxergar na escuridão dos sentidos.
nos perdoe por estarmos correndo em círculos tentando te encontrar quando na verdade vc está no meio desse círculo.
nos perdoe por estarmos querendo ser você.
nos perdoe por estarmos nos matando
nos perdoe por nos odiarmos
nos perdoe por odiarmos a você
nos perdoe por nos alimentarmos mal
nos perdoe por não sabermos aproveitar o tempo que nos deu
nos perdoe por não termos limites
nos perdoe pelos nossos excessos
nos perdoe por não sabermos viver
nos perdoe por reclamarmos de barriga cheia
(os de barriga vazia já estão perdoados)

enfim,
nos perdoe por sermos humanos...

domingo, junho 22, 2008

"a felicidade só faz sentido se for compartilhada"




(Extraído do filme "into the wild" sobre o jovem Christopher McCandless que largou tudo e foi viver solitário no Alasca selvagem. Morreu aos 24 anos de paralisia e inanição após comer por erro uma erva venenosa ao invés de uma raiz de batata selvagem)

quarta-feira, junho 04, 2008

A arte de passear cachorros

Eu passeio cachorros há pelo menos 15 anos.

Passear cachorros é uma arte que necessita de prática diária. É preciso também de sacos plásticos para catar cocô e sensibilidade para com o seu cão. Ah sim, e uma coleira, caso você não tenha adestrado seu cão a andar sem uma.

Eu odeio quem arrasta seu cão pela coleira o tempo todo, como se o bicho fosse um saco de supermercado que você leva pra onde quiser. Quem faz isso é um canalha, safado, insensível e filho da puta. E merece tomar porrada. Muita porrada.

Todos os cães merecem o céu. Seres humanos também. Mas estes últimos, principalmente os que arrastam seu cãozinho pela coleira, merecem também tomar muita porrada. Os cães não. Merecem apenas donos melhores.

Hoje comprei um salgado pra dar para um vira-lata que vadia na porta da PUC. Ele não quis. Me olhou com uma cara de nada e jogou o pedaço que lhe dei no chão. Eu devia ter comprado um pedaço de bife. Só quem merece comer essas merdas de salgados são os estudantes.

Cães me ensinam a viver e me fazem companhia. Eu não ensino nada para eles. Apenas levo-os para passear, dou carinho e atenção. É uma troca injusta. Para os cães, é claro.

Na próxima encarnação quero nascer cão.

Quando eu era adolescente canalha filho da puta, eu costumava chutar o meu cão. Me perdoe, cãozinho. Não há nada de que me arrependa mais do que isso. Espero que você me perdoe no céu.

Eu continuo sendo um canalha filho da puta, mas nunca mais chutarei um cão.

segunda-feira, maio 19, 2008

Saco!

Eu diria
Sem medo
Sou inimigo de Deus
Mas quem criou esta merda de vida
Fui eu

quinta-feira, maio 08, 2008

Espírito Santo

Da chaminé vieram os santos, vestidos de preto, a lareira estava acesa e as santas bundas ficaram em chamas, a fumaça penetrou no aposento e o fogo se apagou. A calmaria retornou e tudo o mais se iluminou, também o meu coração. Seus olhos santos traziam esperança e dor. Falaram do caminho da vida que perde o sentido quando esquecemos do caminho da vida que devemos seguir, falaram da trilha que é a estrada quando não vemos o caminho. Falaram assim:

"Venha! Está na hora de sofrer. Atrás de nós apenas o vento, na frente a ilusão. Quem sabe não é hora de você acordar? Venha! Levante daí! Do inferno virá tua salvação e o templo do mundo não será o lugar de tua glória. Ande e não sonhe. Crie teu caminho, ouça teu coração sem ruídos de temor. A paz virá agora."

Os santos se foram. Agora é a minha vez, eu faço com você.

segunda-feira, maio 05, 2008

Teoria dos conjuntos

Eu não quero estar aqui. Eu não gosto daqui. Eu não me encaixo aqui. Eu não pertenço aqui.
- Pertence.
- Não pertence.
- Pertence.
- Não pertence.
- Pertence.
- Não pertence.
- Pertence.
- Não pertence.
-Pertence.
- Saco.
- Pertence.
- Tsc.
- Pertence.
- Não pertenço.
- Pertence.
- Não pertenço.
- Está contido. Pertence.
- Não está contido.
- Está contido.
- Não está contido.
- Pertence.
- Não pertence.
- Saco.
- Pertence.
- Tsc.
..................................... A petrobras blablabla, flamengo, blablabla, ronaldinho, blablabla, puc, blabla, traveco, blablabla... Não pertenço. Ahn? Tsc... O curso a distância blablablablabla, Não pertenco! Pertence! Saco.............................................

quinta-feira, março 20, 2008

...

(pequeno texto escrito por mim sei lá quando extraído de uma folha velha encontrada dentro de uma pasta velha com várias poesias/textos velhos do meu pai....)

...
o tempo envelhece a saudade
e descasca as paredes
com seus raios de sol
...

terça-feira, fevereiro 05, 2008

A dignidade da Crise e o processo obscuro do Tao

Vamos mais uma vez tentar restaurar a dignidade da Crise e curar de vez nossas feridas narcísicas provocadas pela auto-desvalorização de nossos processos internos que, sendo muito mais reais do que os acontecimentos externos e mundanos, dão verdadeiro sentido e regem nossas vidas e experiências.

Gabriel possui o espírito dos grandes guerreiros e verdadeiros filósofos que, não acreditando no que vêem como sendo a realidade última e inquestionável, duvida do que lhe é imposto por qualquer autoridade exterior (inclusive pelos seus órgãos) e sei que morreria pelas suas convicções como Cristo na cruz - "Senhor, ponho meu espírito entre Tuas mãos". É fiel às suas intuições e sentimentos e age movido pelo coração e apenas por ele. Tudo o que faz no sentido de se enquadrar no sistema não deve ser interpretado (mesmo por ele mesmo) como covardia ou traição à sua verdade. É apenas uma parte do doloroso processo de seu aprendizado. Sabe que faz parte do mundo e que deve se interessar pelas coisas do mundo. Caso contrário, ficaria perdido no reino mágico de suas fantasias e não cumpriria sua missão na terra. O que nos resta é esperar o desabrochar da totalidade de sua potencialidade. Tenho a certeza que nós que estamos em sua volta nos orgulharemos de estarmos por perto quando sua grande onda vier e podermos testemunhar sua beleza que já se mostra para quem possui a capacidade de ver.

Kurosawa não é nenhum santo mas não acredito mais em explodir velhinhos e favelas. Não sou tão corajoso como Gabriel mas possuo o mesmo espírito dos grandes heróis ainda latente em minha carapaça medrosa e covarde. Sou o mergulhador das profundezas (como maravilhosamente expressou meu amigo) onde quase ninguém tem a coragem de ir e sei que preciso voltar para ensinar ao mundo o que vi. "Tenhamos a necessária paciência e ao mesmo tempo absoluta impaciência!" Um dia morrerei e renascerei como Hélio, o deus sol!!!

Nós, filhos da pseudo-revolução, acreditamos que somos os responsáveis pelo renascimento da verdade e por enterrar de uma vez por todas tudo o que é ilusão e erro. Quanta pretensão e responsabilidade! Tiremos o peso do mundo de nossas costas e vivamos de acordo com nossas verdades. Acho que isso já basta.

Mude quantas vezes quiser o nome do blog. A verdade é uma só. Falemos dela por quantos nomes quisermos dar à ela.

quinta-feira, janeiro 31, 2008

crise neo under clao no trabalho

O Deus MU dança

Mudei o título do blog para se enquadrar nos novos conceitos que o kurosawa instaurou aqui.

Vamos abrir o jogo:

- Kurosawa é mó burguesinho pseudo pseudo metidinho a filosofo e quer tacar bomba em favela e dinamitar os velinhos na fila do INSS.
- Eu sou mó mimadinho, um analista de sistema tecnocrata de merda. Falo pracaralho da natureza e da deagradação ambiental mas no fundo não faço porra nenhuma pra mudar nada. Fico dando tapinha nas costas do cara do botequim achando que assim sou um cara legal - Sou de esquerda - Eu sou um MERDA isso sim.

Somos filhos dessa era tecnologica, substrato da pseudo revolucao de 60 que pela busca pela liberdade surgiram filinhos de papai sem nada na cuca, buscando um inimigo e uma causa por que lutar.

Crise NEO under TAO - Quanta pretenção. O novo submetido ao anciental tao.

Não creio mais nisso.

Creio na minha crise envolta pelo filho da puta do Lula e esse PAC de merda que está destruindo a porra toda da Amazonia.

Quero que o Cesar Maia vá pra puta que o pariu deixando o que está acontecendo com as favelas na Zona Sul e na Taquara e por toda a cidade do Rio de Janeiro. Afinal por que ele faria alguma coisa podendo assim perder os votos dos pobres???

Enchi o saco de tudo! Cansei do social, cansei do ecologico!

Tudo é um jogo de interesse e sempre tem um filha da puta querendo se dar bem por trás de tudo. Tudo é um jogo político. E nós, os idiotas, vamos dançando conforme a música.

Creio na mudança e nas baratas.

Que venha logo a grande onda e acabe logo com tudo!

sábado, dezembro 22, 2007

A Grande Travessia

O ovo se quebra e o Pai se faz presente - "Ele está no meio de nós". Cristo com a sua espada samurai desfere apenas um golpe, cortando o ego ao meio e obrigando-o a expandir a sua experiência.

A crise irrompe. Nada é mais seguro. Controlado. A mente não dá conta de traduzir o que foi experienciado. A linguagem agora é completamente inútil. O pensamento acelera e, em círculos de fogo, tenta explicar o que não pode ser explicado. Apenas vivenciado. Sentido.

O coração desperta. O mundo se desfaz e se refaz novamente. A mente começa a projetar mundos familiares alucinadamente. O dia escureçe e a "noite da alma" surge para destruir tudo o que sempre foi certeza psicótica. "Pai, porque me abandonastes?"

Os desejos agora aparecem como o que sempre foram verdadeiramente: brincadeirinhas de criança. Falso. Infinito sofrimento. Ilusão.

O passado não existe mais. Apenas o momento presente. Eterno. Não há saída. O futuro se mostra como ele sempre foi verdadeiramente: uma miragem em que a mente se agarra para não sucumbir à eternidade. A mente só traduz o que pode ser incluído na "história". Mas agora não existe mais o tempo. Apenas a eternidade.

O coração está desperto e o miserável "sujeito" faz de tudo para se agarrar ao "mundo real". - "Devo estar ficando louco" - diz o pensamento.

Uma coisa é conhecer o caminho. Outra é atravessá-lo. O ritual de iniciação macabro deve ser experienciado até o fim.

O corpo físico, infantil é finalmente desmembrado, esfaçelado, destruído e abandonado para trás. O nascimento espiritual miraculosamente toma lugar e se faz presente. Amém.

Ao final da grande travessia, o coração se abre e o mundo se refaz novamente, agora mais límpido e luminoso. Maduro. Real. Todos os seres se tornam visceralmente iguais ao experienciador. Tu és isto. Agora os "desejos" e o "sujeito" são experienciados como eles verdadeiramente são: meros instrumentos para sempre dobrados pelo Espírito Santo.


Após a grande travessia, a linguagem continua a falar sobre coisas que não podem ser faladas. Mas, se não falarmos sobre o que não pode ser dito, o que resta?

BLABLABLABLABLABLABLABLABLABLABLABLABLA...................

quarta-feira, novembro 21, 2007

mercado de ações x ecologia

estive pensando esses dias sobre a seguinte questão:

quando aplicamos dinheiro em uma empresa acho que deveriamos pensar nos valores dela e em que ela representa para o mundo e para a natureza. acho que nao deveriamos pensar somente no dinheiro pelo dinheiro. ôba a petro deu 15% em um dia. e qual o custo disso para o futuro?

por exemplo:

investir na vale é investir em exploração de minerio.
sebastiao salgado falou que em uma cidade em minas gerais passava um rio. o rio foi desviado pela vale para a construcao de uma hidroeletrica.
por causa do capital desenfrado um rio deixou de banhar uma cidade.
outro dia li no jornal que estavam querendo acabar com a exploracao ilegal de minerio na amazonia e para isso iriam liberar a amazonia para exploracao por empresas privadas e a vale estava encabeçando.
sabe aquela montanha linda que vc vê quando está viajando pelo norte de minas gerais? se ela estiver cheia de ferro pode crer que ela sumirá...

enquanto o mundo todo está preocupado com emissao de co2, a petrobras e os brasileiros estão urrando com a descoberta de uma bacia de petroleo em campos. investir na petrobras é investir na emissão de co2 e derretimento dos polos e aquecimento global.

ah, muita gente deve ler isso e falar: ahhh que se phoda!!!! quero arrumar o meu e phoda-se o mundo!

é a mesma cabeça daqueles que passam com um volvo na serra do cipo, abrem a janela e jogam lixo na rua e depois ficam reclamando quando chegam na cachoeira e falam: "caraca tah sujona a agua!".

benditos sejam os caminhos entrecortados da minha vida

parabéns elizeu!

fantástico tudo!

http://vergonhadupla.carbonmade.com/projects/93112#3

sábado, novembro 10, 2007

A CAVEIRA DA CIDADE MARAVILHOSA

Em última análise (sim, começarei pelo fim), não se trata de aceitar ou não a Realidade como ela é. Quer você aceite quer não, a realidade é como ela é e ponto final.

A Ética trata daquilo que “deve ser” assim ou assado. A política também. Por isso não são nem nunca serão autênticas disciplinas filosóficas. A tarefa do filósofo (pelo menos o que entendo por verdadeiro amor à sabedoria) é conhecer as coisas como elas são, sem julgar. A Filosofia trabalha com o Ser, não com o que “deve ser”. No entanto, não há nada que o ser humano adore mais do que falar em ética e afirmar como as coisas deveriam ser. Ironicamente, não há nada que ajude mais a manter o véu da ignorância e da ilusão do que este hábito infernal. Os verdadeiros sábios sempre souberam disto. Dito isto, comecemos.

Não acredito que ninguém que viu o filme “Tropa de Elite” em sã consciência acha que o Bope é a solução para a corrupção na polícia e nem para o tráfico de drogas. Muito menos aprova seus métodos como única alternativa contra o mal. Mas se a polícia mata muito, o crime organizado mata trinta vezes mais. O Bope é produto de inúmeros fatores que deram origem à cidade tal qual estamos vivendo hoje. É apenas a ponta do iceberg, assim como o é o traficante favelado. No entanto, a maioria da população já fez a sua escolha: prefere o Capitão Nascimento a qualquer bandido. Se você tivesse que escolher entre o Capitão Nascimento ou o Baiano para ser o novo namorado da sua filha, quem você escolheria?

Ao longo do filme, várias cenas provocam a famosa catarse no publico, inclusive a última, mas assim que sobem os créditos e o espectador não sabe se levanta da cadeira e vai pra casa ou se esconde debaixo da poltrona até que o Bope venha lhe salvar, o sentimento de catarse já não existe mais. Não há alívio ao final de Tropa de Elite. Quem toma o tiro de 12 no final somos nós. Matias aponta o fuzil para a caveira do espectador na mesma hora em que se transforma em um verdadeiro policial do Bope. Padilha (ou pelo menos alguém, acredito eu) sabia exatamente o que estava fazendo. Somos nós – não o Baiano, que em seu último segundo de vida e atuação no filme fecha os olhos para não ver a realidade – que ficamos de olhos bem abertos, assistindo ao espetáculo da destruição de nosso sono dogmático, como Kant após compreender o ceticismo radical de Hume, ou ainda como nós mesmos assistindo pela TV ao desmoronamento das torres gêmeas. A lógica do filme (e da realidade hoje) é simples: vivemos em uma cidade em guerra civil permanente. Ou seja, não importa se a bala virá de um lado ou do outro, vai sobrar tiro pra geral, parceiro.

Parte da culpa da existência mesma deste filme como um retrato fiel – ainda que seja uma obra fictícia – da realidade do Rio de Janeiro se deve à divulgação pesada do pensamento dos grandes mestres da suspeita, Nietzsche, Freud e Marx. Estamos todos intoxicados desta merda. Não é à toa que em uma das cenas do filme os dois primeiros autores sejam indicados pelo professor universitário “da melhor universidade de direito do país” do filme como bibliografia para os seus alunos burgueses. Padilha sabia o que estava fazendo. É praticamente só o que se ensina, por exemplo, no curso de Filosofia da PUC-Rio, uma das (se não for a melhor em determinados cursos) “melhores universidades do país”, locação de todas as cenas na universidade do filme, exceto esta da sala de aula. Quem não está intoxicado com esta merda é maldito e corre perigo constante de perder o emprego. Se já não perdeu. Padilha só enfiou o Foucaut e não o nome “Karl Marx” junto com os outros no quadro negro da sala de aula porque felizmente previu as conseqüências desta escolha. Seria criar mil vezes mais polêmica estúpida no vasto território de discussão da mídia e das universidades do país. Muito obrigado senhor Padilha.

Quando uma sociedade chega ao ponto em que todos os valores humanistas e religiosos são diariamente atacados, deturpados e negados, a execução de qualquer bandido – seja ele favelado ou não – pelo Bope é aplaudida de pé pela maioria esmagadora dos milhões de espectadores do filme, ainda que sejam utilizados recursos dramatúrgicos para tal. Quero ver algum roteirista conseguir criar um filme em que a platéia inteira veja Hitler como mocinho.

Perigosa não é a ideologia do filme ou do Capitão Nascimento. Perigoso é não enxergar o óbvio que está apontado para a nossa cara. Entre vitimizar criminosos sanguinários e culpar o capitalismo pela violência ou aceitar o Bope como a última fronteira que nos separaria de uma cidade totalmente entregue ao domínio absoluto do crime organizado, fico com o Bope. Caveira!

quinta-feira, novembro 08, 2007

VEM CRISTIANEEEEEEEEEEEEE

Ela me tira do meu sonho bom com um sussurro aveludado e o velho gosto de guarda-chuva na boca: "bom dia meu amor". Vá pro diabo! Não ela, eu. É mermo? F...

Tô no clima café-cigarro-poçilga. E lá fui eu começar o dia na sarjeta, me vê uma cachaça e uma dobradinha à moda vômito-cusparada-na-cara, seu cearence viado e imundo! Pelo menos lá tudo pode, ficar de mau-humor e - aliás, antes que eu me esqueça, vai pra puta que pariu - o dono é gente boa e tá tudo bem se você soltar fumaça na cara do colega de balcão. Dá um hollywood ae ô filho da puta! Pois muito mal. Penso que hoje será um péssimo dia. Perder as esperanças é acordar do sono dogmático. Taí uma grande mudança, um pequeno passo cognitivo e um enorme passo em direção à felicidade.

- O Rio de Janeiro não é uma cidade violenta. É tudo culpa da mídia. Ok. Ok. Acredite no que quiser, seu bobão. Deixa que a elite da tropa resolve pra você. Be happy.

Chego no trabalho e roubaram a minha caneta bic. Depois neguinho não sabe porque morre.

Ô GABRIEL, SEU COMUNA! Tem muita mulher por aí que é mais pirocuda do que você! HaHUhauAHuhaUHauhUHAuHAUAhUAHAuhaUha! Mó onda ae!

Mas pelo menos Antoniac III terá sua revanche em Visconde de Mauá e Francis Farmer vai se tornar uma puta barata rodando bolsinha na Avenida Brasil. Tudo muito justo e igualitário, parceiro.

E a vida é isso aí mermo, num tem mistério, parceiro. O melhor de tudo é que ainda acreditamos que a guerra é lá no oriente.

quarta-feira, outubro 10, 2007

O último manifesto anti-comuna

"O mundo seria bem melhor se não houvesse tanta gente tentando melhorá-lo."

Gabriel, seu comuna! HEHEHE! Tô brincando... Gostei muito do título do seu texto.

Mais uma vez meu grande amigo Verme (quem?) me ajuda enormemente, embora na maioria das vezes não se dê conta que o fez. Tentarei torná-lo consciente disto no texto que se segue.

Desta vez, meu grande amigo me ajudou a esclarecer alguns pensamentos nublados e inconsistências na minha forma de ver o mundo. Talvez os comunas tenham alguma culpa disto mas... Não quero me tornar um chato.

Sim, tenho me voltado para fora por algum tempo, lendo jornais, notícias, acessando sites comunas e anti-comunas, voltando aos textos de filósofos antigos e novos, identificando ideologias e me metendo em politicagens sempre filtradas pela mídia prostituta. Eu sei que ela é uma prostituta, que existem milhões de interesses por trás e que nunca iremos descobrir exatamente quais são. Mas os fatos são os fatos, quer estejam aumentados, alterados ou ocultos. Talvez seja apenas um momento de fraqueza meu, talvez eu esteja procurando alguma forma de colocar em prática e tornar útil cinco anos de faculdade e fazer valer a pena o investimento de meu pai. Mas não. Não é esse o ponto. Até porque eu já disse aqui uma vez que tudo o que aprendi até hoje não me serve de nada. Permaneço firme nesta posição.

O fato é que me dei conta de alguns motivos pelos quais tenho me embrenhado neste mato sem cachorro. E tua súplica me veio como um estalo: "volte seus olhos pra dentro". Sim! Esta frase resume tudo! Acredito que este é o único modo de se aprender alguma coisa, esta é a única maneira de se obter alguma sabedoria, este é o único caminho que nos leva ao conhecimento de nós mesmos. Sócrates, o fundador do pensamento ocidental, no ínício da Filosofia já reafirmava esta frase escrita na entrada do oráculo de Delfos:"Conheça-te a ti mesmo". Este foi o início do pensamento filosófico, a aurora da civilização e da sabedoria ocidental. A partir daí, tudo o que foi feito e pensado foi neste sentido. Até a chegada da modernidade e do pensamento revolucionário.

Estes "pensadores" se destacam dos demais por colocarem todas as suas esperanças e energias num futuro utópico, tentando salvar o mundo (ao invés de tentar entendê-lo) do capitalismo, dos Estados Unidos, da burguesia ou de qualquer outro inimigo inventado que eles achem que é o grande culpado pela miséria do mundo e de suas vidas. Para isto, fazem o que for preciso, matam milhões de pessoas (O comunismo matou cem milhões de pessoas no mundo inteiro e ainda existe o PC do B!), manipulam informações e pessoas, roubam, sequestram, torturam, mentem, fazem o diabo! para instaurar num futuro utópico (e que nunca chega nem chegará) o sonhado e idealizado paraíso na terra. Viva la Revolución! Viva el Socialismo!

Todos esses camaradas tinham seu olhar focado do lado de fora ao invés de olhar para dentro. Todos eles renegam o presente em nome de um futuro idealizado. Todos eles colocam seu sonho de igualdade acima de qualquer valor humano. Todos eles querem transformar a realidade ao invés de tentar entendê-la. E não me venha falar mal do capitalismo e suas contradições, não me venha com essa conversa de Mickey Mouse em forma de diabo. O capitalismo não é o problema. Pelo contrário, ele é o único sistema que funciona, é o único sistema espontâneo, natural, o único que se regula sozinho. Sempre foi assim. O problema não está no capitalismo. O problema está no egoísmo das pessoas, o problema está em não se conhecer, em não nutrir a alma com sabedoria, com conhecimento, o problema está na burrice, na corrupção, na mentira, na inveja, na cobiça, no lucro pelo lucro. Mas a solução não pode vir de cima, de um governo que obriga as pessoas, que tira suas liberdades em nome de um projeto político, de pessoas que acham que sabem o que é bom para todos e muito menos de um idiota que não sabe falar, que não conhece porra nenhuma, que se gaba de não ter um diploma e de nunca ter estudado. Ele não entende de porra nenhuma, quanto menos de governar um país inteiro. Você elegeria o Lula para ser o síndico do seu prédio?

Quando você muda a sua própria vida, quando você muda a si mesmo, o mundo em sua volta também muda. Meu pai era comuna quando jovem. Naquela época quase todo mundo era comuna. A maioria dos que eram naquela época ainda o são. Um dia ele me disse que só foi descobrir muito mais tarde que na verdade ele não queria mudar o mundo, ele queria apenas mudar sua própria vida, e se arrepende até hoje de ter perdido tanto tempo com essa bobagem de luta política ao invés de investir em si mesmo e em sua própria instrução.

Acho que vou começar a fazer a mesma coisa.

anistia da alma

tenho saudades de quando meu amigo kurosawa não queria se meter com política. agora todas as vezes no meio de um chopp ele estraga o prazer da bebida falando que os comunistas comem criancinhas e que bush é um cara legal. que se fodam os comunistas! que se foda bush! acorda ae seu mané!
agora esse meu antigo companheiro de batalha metafísica virou meu solitário companheiro de batalhas políticas. está querendo gastar seu precioso tempo fazendo mestrado sobre a maldição comunista em nossas almas! ele acredita que o comunismo está encrustada em nossa educação burguesa puc-pócrita-zona-sul. até que de certa forma está correta essa visão. é muito fácil falar da pobreza e ser de uma ong de proteção aos descamisados ou virar hippie de butique ou ir morar em uma comunidade paz-e-amor com o papai tendo vários imóveis e investimentos e empresas espalhados pelos paraísos fiscais ao redor do mundo......
mas enfim meu amigo! por favor! faça um mestrado diferente! esqueça a política! não vire um chato! por mais que vc tente entender a polítitica ela vai te enrolar todo em suas teias de inconsistências... vc crÊ que os fatos que chegam até vc através da imprensa são a VERDADE. mas esquece que a imprensa vive de PUBLICIDADE.
publicidade = grana = elite = paraíso fiscal = etc e tal. Ai o kurosawa vai pensar "ih p gabriel é moh comuna ae...." não é isso PORRA! é que pra saber o que REALMENTE ocorre dentro da política só sendo puta de político. Só quem tá dentro lá da meiuca é que entende daquela bola de gosma.

Meu amigo, por favor, esqueça isso.... volte seus olhos pra dentro.....

quinta-feira, agosto 02, 2007

Fungos nos pés

Gosto de brincar de criar confusões
Inventar situações
Terremotos, depressões

Nas multidões gosto de me perder
Nas garras das mulheres me prender
E na porrada de um segurança me reconhecer

Gosto de quebrar meus dentes
Me achar entre os doentes
Ser o maior de todos os dementes

As palarvas, gosto de ver
No meio das teclas do computador, a nascer
e quem era eu para deixá-las.....
a morrer?

Apenas mais um



Sou apenas mais um
com seu calor infinito
Sou apenas mais um
com seus eternos conflitos
Sou apenas mais um
com seus sonhos perdidos
Sou apenas mais um
sem um rumo definido

Sou apenas mais um
fugindo da serpente
Sou apenas mais um
enlouquecendo de repente
Sou apenas mais um
apodrecendo eternamente
Sou apenas mais um
amando loucamente

Sou apenas mais um
dentre um milhão
Sou apenas mais um
pedindo perdão
Sou apenas mais um
que não é cristão
Sou apenas mais um
sofrendo como um cão

Afinal, o que sou?
Sou um verme, um plunctum
Afinal, o que sou?
Sou apenas mais um.

quinta-feira, julho 05, 2007

Seu babaca!

Pai, o que você fez, pai? O que você fez? Pai... O que você fez? Pai?
- CALA A BOCA, MOLEQUE!
- Po, paiê. A mamãe me falou que eu devia dar valor aos meus sentimentos, são eles que importam...
- BESTEIRA! VAI ESTUDAR!!
- Po, paiê! Estudar estas merdas?!!! Só me ensinam porcaria... Eu vou virar um idiota...
- VAI LOGO, PORRA!
- Pô, paiê!
- VOCÊ QUER FICAR IGUAL AO LULA? HEIN?! É ISSO QUE VOCÊ QUER? VIRAR UMA BESTA?
- Pô, paiê... Também não é assim...
- CABEÇA DE MELÃO!
- Poxa pai... E os meus sentimentos?
- BESTEIRA! VAI ESTUDAR!
- Pô, paiê... Eu queria jogar videogueime agora...
- VIDEOGUEIME?!
- É... Super Nintendo... É irado...
- VAI TOMAR UMA SURRA SE CONTINUAR ASSIM, MOLEQUE!
- Não, pai! Não me bate!
- ENTÃO VAI LOGO!
- Não grita pai...
- EU NÃO ESTOU GRITANDO!!! ME PASSA O SAL!
- Toma...
- MERDA! MINHA VIDA É UMA MERDA!
- Desculpa...
- MERDA!
- Se eu for infeliz você fica feliz?
- IDIOTA!
- Desculpa... Obrigado, pai... Não desiste de mim, paiê...
- MERDA!
- Desculpa...
- ME PASSA O AZEITE!!!
- Toma...
- PASSA DIREITO, DÉBIL MENTAL!
- Desculpa...
- MERDA!
- Paiê...
- PORRA!
- Meu pau tá doendo...
- FODA-SE!
- Meu pau tá caindo pai...
- FODA-SE! FODA-SE! FODA-SE!
- Paiê... Acho que eu sou gay, pai...
- FILHO DA PUTA!
- MERDA!
- AHN?! O QUE QUE VOCÊ DISSE, MOLEQUE?
- PORRA!!!
- ...............
- MERDA! MERDA! MERDA!
- ...............
- PORRA! MERDA! TSC! PORRA!
- ..............
- MERDA! MERDA! MERDA!
- ..............
- ..............
- ..............
- ..............
- Filho...
- MERDA!
- ....
- Filho... Eu te amo, filho...
- FODA-SE! MERDA! PORRA! MERDA! FODA-SE!POOOOOOOOOOOOORRRRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!

sexta-feira, maio 11, 2007

Para que serve um beijo ou um raio de sol?

Mais uma vez gostaria de compartilhar minha suprema sabedoria com vocês, meus queridos leitores. Sem delongas, o negócio é o seguinte: tudo o que aprendi até hoje não me serve de nada. Absolutamente nada. Se estás a procura de algo que sirva para alguma coisa, se você quer algo utilizável, praticável ou aplicável, vá ler o Mongo Executivo, compre um vibrador anatômico de 30 centímetros ou se matricule nas aulinhas do mestre Rosé. No final, o resultado será o mesmo: você toma no cu! Aqui você não vai encontrar nenhuma fórmula da felicidade, nada que sequer se pareça com a ética do se dar bem, ou alguma besteira deste tipo. Tudo o que realmente importa nesta vida não serve para nada. Filosofia? Se for verdadeira, não serve pra nada. Literatura? Pior ainda. Poesia? Víche!. E o que dizer de uma gota de chuva caindo na ponta do seu nariz?

ACORDA!!!

Tudo o que me interessa não serve pra nada. Vivo satisfeito assim. Mas, como diria o único professor de Filosofia que já tive, pois muito mal.

Caso você encontre alguma utilidade na filosofia política (Deus que nos perdoe) de Fulano ou na literatura de Cicrano, saiba que estas são picaretagem pura. Tudo baboseira. Penso que o inferno está cheio de gente que pensa assim: se não serve para nada, então que se dane. Jogue no lixo. Não tem utilidade? Faça-me o favor de tirar esta porcaria daqui.

Daqui nada se leva. Aqui nada é real. Se quiser, vá em busca de algo que nunca foi perdido, para que no fim você se dê conta de que nada do que você fez sequer teve alguma coisa a ver com o fato de no final você encontrá-lo. Saiba também que nada do que você pensa ou pensou algum dia tem sequer alguma coisa a ver com os desígnios divinos.

Com isso, acho que estamos conversados. Passar bem, querido leitor, e até a próxima vez.

quinta-feira, março 29, 2007

DONA MORTE

Existe apenas na cabeça de ocidentais, principalmente na de linguísticos pós-modernos e desconstrutivistas transformados em estado, ou seja, o PT. Mas isso é outra história.

Fulano morreu, cicrano foi morto. Verbo estranho. Morrer. Eu morro, tu morres, ele morre, nós morremos e eles morrem e vão para o inferno, os Petistas, hehehe.

Mas o verbo mesmo me é estranho. Não é bem um verbo, morrer. Como é que alguém pode morrer? Eu não vou morrer, meu pai não vai morrer, meu avô não morreu. Por mais que você queira a minha morte, meu bem, não sei bem se é algo que posso lhe dar, me desculpe. O que pára de se mexer e se transforma em comida para vermes não somos nós, brasileiros, seres humanos dotados de capacidades surpreendentes de se auto-anestesiarem e suportar a tudo como patetas, mas um pedaço de carne inanimada. Morrer não é um verbo. Não é algo que alguém possa fazer, como comer ou foder ou escrever. Não existe a morte, assim como não existe o verbo morrer. É tudo uma verborragia sem sentido. Será que dá pra entender?

O que causa temor é a mentira, o falso, a ilusão de que um dia você vai morrer. Esqueça isso, só a Verdade liberta. E você não vai encontrá-la nos livros de sociologia, meu querido, muito menos em ondas de cogumelos. Talvez seja melhor fazer Yoga com o mestre de rose, talvez isso seja melhor para você.

quarta-feira, março 28, 2007

Pouso forçado

O avião está caindo e não há ninguém na cabine de comando. Mas os passageiros não sabem disso - como tu, aliás -, e de repente - olha que coisa! -, de repente ficam preocupados com suas vidinhas, mas nenhum deles faz a menor idéia de como pilotar aquele ser grotesco e monstruoso e muito menos sabe como funcionam as engrenagens e mecanismos complexos daquela máquina infernal, indiferente aos uivos e lamentações (como toda máquina, aliás), seguindo seu rumo em direção à destruição total e completa. Não há nada a fazer, apenas aceitar o destino. Mas eles não aceitam. Alguns rezam, gritam e invocam santos, outros, em silêncioso desespero, seguram seu pequeno coração. Apenas um deles permanece calmamente sentado em sua poltrona e come seu jantar. Menu de bordo: língua ao molho madeira acompanhada de arroz branco e vinho chileno. Após o banquete, satisfeito, o senhor limpa os lábios com um guardanapo, fecha a mesinha na poltrona da frente e ajeita o cobertor. Permanece o tempo todo sereno, sem pensar em nada, apenas presente no momento presente. A senhora ao seu lado (uma das adeptas do desespero educado), toma um susto quando olha para o lado, pois só agora repara em suas vestes: uniforme de comandante e cap. Histérica ela grita: "Mas você não é o piloto?". O senhor calmamente vira o rosto, olha a velinha nos olhos e diz: "Não existe nenhum piloto". E sorri. Vira o rosto para o lado, fecha os olhos e dorme um sono sem sonhos.

segunda-feira, março 26, 2007

Bukowski

hello, how are you?

this fear of being what they are:
dead.

at least they are not out on the street, they
are careful to stay indoors, those
pasty mad who sit alone before their tv sets,
their lives full of canned, mutilated laughter.

their ideal neighborhood
of parked cars
of little green lawns
of little homes
the little doors that open and close
as their relatives visit
throughout the holidays
the doors closing
behind the dying who die so slowly
behind the dead who are still alive
in your quiet average neighborhood
of winding streets
of agony
of confusion
of horror
of fear
of ignorance.

a dog standing behind a fence.

a man silent at the window.

©2001 Linda Lee Bukowski reprinted with permission of Black Sparrow Press

segunda-feira, março 19, 2007

Amizade

- Ô cara, pára de beber, tu já tá doidão. Falo porque sou teu amigo.
- Ihh, eu quero mais é que se fodam.
- Quem se fodam?
- Quem? Como quem?
- Você disse que quer mais é que se fodam. Quem tu quer que se foda?
- Tu! Quero que tu se foda!
- Tu quer que eu me foda? Mas eu sou teu amigo, rapá.
- Ah é? Então eu quero que tua mãe se foda.
- Ô rapá! Tá maluco? Toma cuidado!
- Ué, tu é meu amigo ou num é? Se tu for meu amigo mesmo, eu posso querer que tua mãe se foda, num posso? Posso ou num posso?
- Claro que não cara, que idéia!
- Como num posso? Então tu num é meu amigo, cara.
- Sou teu amigo. Sou teu amigo sim.
- Então eu quero que tua mãe se foda.
- Óóóó...
- Eu quero que ela se foda sim. E se tu é meu amigo, num tem problema deu querer. Eu quero é que ela se foda. Que ela se foda bem.
- Pára com essa porra, desgraçado!
- Ué, tu num era meu amigo?
- Minha mãe não, seu viado.
- Ahhhhh! Quer dizer que tu é meu amigo mas eu num posso falar mal da puta da tua mãe.
- Pára de falar da minha mãe senão eu te arrebento a cara!
- Mui amigo, hein? Amigo que é amigo num arrebenta a cara do outro.
- Então eu não sou teu amigo porcaria nenhuma, seu viado!
- Ah é? Então já que tu num é mais meu amigo, eu quero mais é que você e a tua mãe se fodam!

sexta-feira, março 02, 2007

Jogando xadrez no xilindró metafísico

Tu vai em cana se não gostar de mim, seu safado. queria eu ser um policial metafísico, pronto pra defender os interesses de Deus (ou seja, Eu) na terra prometida. Na certa eu sou o traidor, descendente direto de Judas, e você pode me malhar, ainda que eu esteja "cagando no deserto", o melhor filme que já existiu. Mas quem é você para me julgar, palhaço? Pelos meus cálculos, ainda tenho alguns lances de vantagem, mas é uma pena que o meu xadrez mental não seja tão bom assim, e ainda que Lula seja a besta, sua bancarrota é iminente. Isso é tudo o que consegui pensar hoje. É o suficiente para um escritor. Perdi meu texto original, e agora este que o substitui não me parece tão bom como o primeiro. É sempre assim. E nada é por acaso. Lulinha perderá sua coroa na terra do sol, quer você queira, quer não. RÁRÁRÁ! Enquanto eu continuar achando este inferno cheio de graça (sic), tudo estará bem. O humor é o meu pastor, e nada me faltará. Uma jogada de sorte é tudo o que preciso para te foder, desgraçado. Mas faça tu o que quiser, não quero me meter em patifarias. Enquanto isso, o sr. poeta continua a não-poetar sobre o mistério. Mas não te preocupes. Enquanto ainda tiveres amor no coração, tudo permanece divinamente bem. Um beijo, vovó, eu te amo.

terça-feira, janeiro 30, 2007

putakiuparil

não entro nessa merda desde sábado, 09 de dezembro de 2006. e putakiuparil!!!! entro hj e me deparo com vc meu grande amigo escrevendo justo hj! caraca tô arrepiado! tudo se conecta como sempre apesar de desconexo. e justo eu agora que estava falando com um cara aqui do trabalho sobre a ordem que existe por trás de todo CAOS. estou impressionado!!!!!! tinha acabado de escrever a seguinte frase: "tem muito matemático físico e budista ai piroca da cuca tentando enxergá-la [a ordem por trás do caos]" e vou entrar no blog por que lógico, isso tem tudo a ver com tudo que sempre escrevemos e talz - apesar deste último período em que eu estava (e ainda estou) hibernado meio letárgico soterrado de trabalhos e desanimado com a vida.

aqui no trabalho tb tá foda.... me escolheram como cristo. viram que sou um bom burro de carga que consigo carregar tudo e todos nas costas e que fico feliz com isso. descobriram que gosto de sofrer. e ai estão me soterrando de trabalho e eu carregando todos no barco a remo de oito numa competição aonde somente os dirigentes do clube vão levar os louros para casa e nós os remadores levamos uma medalinha pra casa de condecoração e ficamos mostrando para nossos netos como éramos poderosos um dia.
mas não sabem que isso aqui é um mantra para mim. estou utilizando os métodos zen budistas extremos do tipo - "mestre como faço para atingir a iluminação?" - "comece lavando seu prato" poderia ser facilmente substituído por "comece programando esse sistema."

há minha volta estão cheios de pessoas vendo youtube e messenger e video google e globo.com esperando mais 30 dias para receber seu salário. "nossa! na americanas.com está na promoção a TV de plasma de 50 polegadas!"

MERMÃO! PRA QUE EU QUERO UMA PORRA DA TV DE PLASMA DE 50 POLEGADAS? ME DIZ AE!!! POR FAVOR!!!!!

tiram minha vida e me dão uma tv de plasma! que ótima troca! uma tv de plasma vale cada gota da minha lágrima e de meu suor!

ops.... estou desviando do meu caminho! esse blog, esse meu texto.... estão me fazendo pensar!!!! AHHHHHHHHHHHH não posso pensar! devo continuar aqui lobotômico boquiaberto resolvendo esses problemas de inscrições do SENAC e de simuladores de financiamento de imóveis da joão fortes que eu nunca vou ter dinheiro para comprarrrrrrrrrrrrrrrrrr AHhuAhuAhuAAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuAhuA


meu irmão! tu é dudu caralho!

"Desgraças Cotidianas" ou "James Joyce Reloaded"

UAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHH...Péssimo dia...Morram passarinhos desgraçados...Dor de cabeça...Preciso trabalhar...Olha a praia ali, bem que eu poderia não ter nada pra fazer, não ter emprego, não ter noção, tenho noção demais até...Mas chega de pensar, vai acabar fedendo e a patroa vai reclamar, o melhor a fazer é ligar o rádio mental...BZZZZZPSSSHHHHHHHHRRRRRRRR..."Sou Playboy! e vivo na farra vou à praia todo dia e sou cheio de marra, eu só ando com a galera e nela eu me garanto só que quando eu tô sozinho eu só ando pelos cantos"...Ops, estação errada...TCHHHHHHHRRRRRRRRZZZZZZZZZZZZZZZZZ..."Essa é a dança do desempregado, quem ainda não dançou tá na hora de aprender, a nova dança do desempregado, amanhã o dançarino pode ser VOCÊ!" É cumpadi, a vida não é mole não. Tá desempregado??!! Se fode ae! Não é mole não, meu camarada. Cabe a você ver esta situação como uma grande oportunidade, oportunidade de crescer, de seguir teu coração, de fazer o que tu gosta, de arrumar um emprego melhor, pessoas melhores, melhores do que eu, que sou um filho da puta mimado que só fala merda e nem sei porque as pessoas me mantém trabalhando nesta merda, eu só enrolo e fico procurando vídeos de sacanagem no Youtube quando ninguém está olhando...Amanhã o dançarino pode ser eu mesmo...Vamos ver até quando as pessoas demoram para perceber que eu também não sirvo pra nada nesta merda! Também estou de saco cheio disso aqui, como você já deveria estar faz tempo, mas comodamente sentado em sua cadeirinha, fazendo o que te mandam, vendo a vida passar enquanto você sobe cursos e fica aguentando aquela puta da...Bem, não vamos citar nomes, você sabe de quem estou falando...Eu até gosto dela, é uma boa pessoa, mas já consegui ter um gostinho do que é ter ela como chefe...Tu sabe, tu já estava marcado aqui, carta marcada, filme queimado, sem noção, o cara que só fala merda, tu tem que dar graças a Deus que tu saiu daqui, negozinho é foda, claro que todos são legais, adoro todo mundo, mas há muito mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia...Não me vejo trabalhando aqui por muito tempo, talvez mais um ano, quem sabe dois, três só por um milagre...Sabes bem do que estou a falar, dos mistérios que rondam por aqui, mistérios que provavelmente toda empresa tem, mas aqui as coisas não são tão escondidas assim que alguém com o mínimo de noção não perceba. Mas continuamos a tocar o barco, procurando outros projetos nas horas vagas, relaxando um pouco, cervejinha e tal, falando mal da hipocrisia e das máscaras que todo mundo usa e aquele papo besta do cotidiano banal, do filme que viu ontem e dos projetos ridículos e das besteiras desfiadas com tanta vontade e certeza que é melhor ir no banheiro e vomitar tudo do que começar a enfiar toda essa merda em nosso cérebro e ficar cada dia mais estúpido. Eu sei, é foda, mas dê gracas a Deus, afirme tudo o que acontece em tua vida "como se" fosse tua própria vontade, assim ao menos viverá conectado aos desígnios divinos...Siga tua bem-aventurança, tua felicidade, aquele lugar ou coisa que faz teu coração esquentar e se encher de alegria, que faz teus olhos brilharem...Escute teu coração, ele sabe mais do que o orgão que fica em cima do teu pescoço, tentando controlar tudo, organizar tuas experiências, dando pitacos acerca do que é bom e do que é ruim, julgando a tudo e a todos, bloqueando a verdadeira experiência de se estar vivo. Vá onde teu coração mandar e não deixe ninguém te tirar deste caminho, se fizeres isso, verás que as portas se abrirão como que por milagre.

Vae con Dios amigo.

sábado, dezembro 09, 2006

Reforma

A obra está em andamento. Os buracos na parede revelam o que não existe. Sujeira, fios, pregos, concreto. Dinheiro.

Tudo isso para mudar o espaço aparente em que vivemos.

O pintor trabalha sem pensar no que poderia estar fazendo se tudo fosse completamente diferente do que realmente é. Sábio senhor, que permanece compenetrado em seu trabalho e não sonha com uma vida diferente. Aceita seu quinhão e segue em frente. Na infância fumou cigarros com seu pai, que era caminhoneiro. Observo seu rosto e imagino tudo com detalhes. Moleque magrelo, sentado na mesa de um bar no meio da estrada, tomando uma coca-cola e vendo seu pai fumar e ser o seu pai. A vida naquela época parecia diferente, cheia de mistérios e cousas que ele não entendia. "Moleque sonha demais", pensa agora. Hoje é diferente. Hoje ele precisa trabalhar e cuidar da família, sustentar mulher e filha, que já está na fase de namorar. Mas seu Paulo acha que ainda é cedo, agora ela precisa estudar e construir seu futuro, bem diferente do seu. Seu Paulo gosta de seu trabalho e se orgulha de tudo o que faz. Capricha em tudo e quer deixar tudo perfeito. Seu Paulo sabe que a vida não é fácil e vive sua vida sem reclamar. Seu Paulo me olha com respeito. Seu Paulo é gente boa. Seu Paulo é um brasileiro. Assim como eu. Mas seu Paulo é mais brasileiro do que eu.

quinta-feira, novembro 23, 2006

que saco esse blog

naquela rua o dudu virou a direita e eu a esquerda.
ele foi e foi e agora está pensando no nirvana deitado em seu comodo divã fumando um charuto de havana.
eu sei lá pra onde fui... acho que dei uma volta e voltei ao mesmo lugar...

bah! tah um saco esse blog...

vou dar uma animada nisso aqui...

viva a subcultura genial carioca!!!!
http://www.youtube.com/watch?v=zE1hwxzcNyY

eu entendo hitler quando vejo esse:
http://www.youtube.com/watch?v=3QDQGYVqL2Y

eu choro quando vejo esse:
http://www.youtube.com/watch?v=MUjpNdOBImc

eu me lembro de mim vendo esse:
http://www.youtube.com/watch?v=DVRjGkEScOg

quarta-feira, novembro 08, 2006

NIRVANA

Debaixo do cobertor e completamente ensopado de suor, o homem subitamente acorda.

Agora sentado, o homem ainda sente a mão da velha sinistra latejando bem no meio de suas costas. Subitamente se dá conta (e ao fazer isso, se assusta) que o breu onde se encontra é absoluto. Com medo, ele procura um interruptor, alguma luz, qualquer luz que torne o mundo real novamente. O medo aumenta gradativamente na medida em que todas as suas tentativas falham. O breu é absoluto e agora não há qualquer indício de luz alguma. O homem agora não se encontra em lugar algum. Seus pensamentos aceleram, sua mente começa a delirar e a procurar contextos, situações ou espaços familiares. Neste instante o homem percebe o seu próprio desespero, e ao fazer isso, se desespera mais ainda. Sua mente agora roda em uma velocidade incontrolável à procura de algo minimamente familiar. Ele agora não controla mais os seus pensamentos. Neste instante o homem é bruscamente tragado pelas fendas da mente e obrigado a se deparar com o muro de pedra que aprisiona a si próprio. O instante em que percebe não ser mais o verdadeiro dono de sua própria mente é absolutamente aterrador.

De repente, sua mente pára.

O tempo não existe mais. A eternidade é tudo e tudo está divinamente iluminado. O Ser compreende sua verdadeira natureza. Ele se arrasta para fora do casulo, bate as asas e voa pelo infinito jardim de grama verde e flores coloridas. A borboleta dança ao redor das árvores imensas e pedras eternas e reconhece o verdadeiro sentido de tudo o que é realidade.

segunda-feira, outubro 23, 2006

Só não vê quem não quer

Há dezesseis anos o sr. Luís Inácio Lula da Silva, junto com outros líderes esquerdistas, se reúne regularmente com os representantes de entidades criminosas como as Farc, fornecedoras de cocaína ao mercado nacional, e o MIR chileno, seqüestrador de brasileiros.

O órgão que promove esses encontros chama-se Foro de São Paulo. Foi Lula quem o fundou e presidiu até 2002, mas mesmo depois de assumir a presidência da República continuou participando dos encontros.

Recentemente ele declarou, entre os participantes do Foro, que essas reuniões eram propositadamente camufladas, para que ninguém soubesse o teor do que ali se falava. Mas admitiu também que as conversações foram decisivas para ajudar Hugo Chávez a sair vencedor no referendo de 2004.

Outro resultado foi uma resolução coletiva, emitida poucos meses antes da eleição de 2002, que tomava partido das Farc no confronto com o governo colombiano, acusando este último de “terrorismo de Estado”. A resolução foi assinada por Lula depois de o traficante Fernadinho Beira-Mar ter confessado que comprava cocaína das Farc para distribuí-la no Brasil, destruindo as vidas de milhões de nossos compatriotas, inclusive crianças. Ao mesmo tempo, o Exército notificava freqüentes tiroteios com as Farc na selva amazônica, e as polícias estaduais informavam que agentes dessa organização narcotraficante estavam dando treinamento de guerrilha urbana a bandidos do Comando Vermelho e do PCC.

Com que autoridade um presidente da República se reúne em segredo com criminosos notórios para ajudar um político estrangeiro seu amigo, intervindo nos assuntos de uma nação vizinha sem dar ciência disto ao Congresso ou à opinião pública? Com que autoridade ele nos torna a todos “solidários” com agressores do país, com seqüestradores de brasileiros e com assassinos das nossas crianças?

As Farc e o MIR são inimigos do Brasil. Lula é amigo deles. Ele tem sabido proteger esse segredo tenebroso, graças à ajuda de seus colaboradores infiltrados na mídia.

Simplesmente não é possível admitir que esse conspirador sinistro se apresente candidato às eleições presidenciais antes de prestar esclarecimentos cabais sobre esse aspecto encoberto e clandestino das suas atividades.

As autoridades judiciais devem intimar Lula a entregar imediatamente toda a documentação das reuniões do Foro de São Paulo e a explicar as estarrecedoras declarações que fez no discurso que proferiu no décimo-quinto aniversário dessa entidade em 2 de julho de 2005, no qual confessa ter ludibriado o Congresso e o povo para ajudar Hugo Chávez por baixo do pano.

Olavo de Carvalho


--------------------------------------------------------------------------------

Documentos e provas:

Atas das reuniões e resoluções do Foro de São Paulo: http://www.midiasemmascara.com.br/links.php?language=pt (durante algum tempo tempo este material constou do site do próprio Foro, mas foi retirado logo que comecei a citá-lo nos meus artigos).

Discurso de Luís Inácio Lula da Silva no décimo-quinto aniversário do Foro de São Paulo: http://www.info.planalto.gov .br/download/discursos/pr812a .doc.

Análise desse documento: http://www.olavodecarvalho.org/semana/050926dc.htm.

Evasivas do assessor do PT, Giancarlo Summa: http://www.olavodecarvalho.org/semana/10192002globo.htm.

Nova nota oficial do PT sobre o Foro de São Paulo e comentários meus: http://www.olavodecarvalho.org/semana/061016dc.html.

Outros materiais de interesse sobre o assunto: http://www.olavodecarvalho.org/semana/040207globo.htm, http://www.midiasemmascara.com.br/editoria.php?id=8.