quarta-feira, setembro 30, 2009

vendemos lógica a 99 centavos

era uma vez um rapaz que foi ao supermercado fazer compras...

- bom dia, por favor, aonde eu encontro a lógica?
- blerh.... (com aquele bom humor de sempre)... está ali no setor da razão... perto das verdades e das éticas decompostas... próximo aos iogurtes aristotélicos...
- ah, obrigado

e lá foi o rapaz procurar a lógica, mas chegando lá não encontrou a que estava acostumado.

- oi, por favor moça, estou procurando aquela lógica bem quadradinha e bem perfeitinha... tá lembrada como era?
- ih moço.. essa ai não existe mais... saiu de fabricação... agora eles só tem entregue essa ai meio esquisitinha.... meio disforme.... meio redonda, meio poligonal.... mas a embalagem é a mesma de sempre!
- ai meu deus... sempre uma novidade.... que saco....

e lá foi o rapaz levando pra casa consigo o saco de supermercado pensando: "nossa estou ansioso! a tempos que não as encontro... e agora nesse formato... será que mudou alguma coisa?"

o rapaz chegou em casa todo feliz. sentou em sua melhor cadeira... acendeu um incenso, ligou a vitrola e colocou seu vinil preferido: "racional" do tim maia. tirou do saco de supermercado seu pacotinho meio redondo meio poligonal e colocou em cima da mesa central da sua comoda sala.

ficou ele ali olhando pro pacotinho um bom tempo.

abriu cuidadosamente aquele invólucro disforme e, que surpresa! dentro do pacotinho tinha uma semente.

o rapaz ficou olhando uns 10 minutos pra semente... sem ver sentido algum naquilo... pegou o pacote e leu em letras miudas: "após usar, não reutilize a embalagem, descartes com cuidado..." e boladão viu um telefone do SAC na embalagem .... e ligou

- platonius aristotelicum logos supremus boa tarde!
- oi, comprei aquele produto com vocês, a lógica... mas só que além do recipiente ter vindo diferente veio uma semente dentro. isso não tem lógica nenhuma!
- lógico que tem! a semente serve pra que? pra regar uai! pega ela, poe num pote com terra e rega!
- ah tah, é... faz sentido... obrigado, boa tarde.

o rapaz indignado ligou pro supermercado...

- rational squizofrenic supermarket pois nao..
- oi comprei uma lógica ai e veio uma semente dentro...
- lógico! por 99 centavos vc quer o que? uma macieira? um pé de feijão? a arvore da sabedoria do buda no meio da sua sala? rega essa porra ai e reza pra acontecer alguma coisa.... onde já se viu!

o rapaz então, como nada mais tinha a fazer, colocou a sementinha dentro de um vaso cheio de terra, regou, rezou e foi dormir.

nessa noite ele teve o sonho mais feliz de sua vida. tudo no mundo fazia lógica, tudo se encaixava perfeitamente, as ciências tinham alcançado seu apogeu lógico-racional! se chovia havia uma razão! os sentimentos, tinham lógica! a política, as cores do camaleão, a existência das pulgas e baratas, os pentelhos e os cheiros das flores tinham uma razão! e o melhor de tudo! todos os textos do mundo eram coerentes com a SUA realidade! enfim, tudo fazia o mais amplo sentido para os SEUS sentidos...

ele acordou feliz da vida! e, até mesmo antes de escovar os dentes e lavar o rosto como sempre fazia todo dia logicamente, foi até o vasinho para ver o que havia acontecido com a sementinha...

quando chegou lá olhou dentro do vaso. e lá dentro tinha um carinha regando várias plantinhas....

ai o rapaz pirou de vez....

- o caralho! o que tu tah fazendo ai dentro mermão?
- ??
- tu mesmo ai dentro do vaso.... que porra é essa???
- tah falando comigo ô babaca?
- é isso mesmo ai seu vermezinho do vaso.... que que tu tah fazendo ai dentro cumpade?
- eu? tu ainda me pergunta? to regando as minhas plantinhas uai... e tu? já não regou a sua ontem?

5 comentários:

Naish disse...

Du caralho o post, Gabriel... me amarrei!Tem toda a lógica! rsrs
abs

Paul disse...

Duençaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

angela cristina disse...

de onde saca esas ideias, muito boas!!!

Anônimo disse...

Muito bom Gabriel!!! Abração, Alex Fausti

Hopekancer disse...

po...
axo q entendi, mas ao mesmo tempo axo q nao
me amarrei no teu blog brother

eh nois
paz