quinta-feira, agosto 02, 2007

Fungos nos pés

Gosto de brincar de criar confusões
Inventar situações
Terremotos, depressões

Nas multidões gosto de me perder
Nas garras das mulheres me prender
E na porrada de um segurança me reconhecer

Gosto de quebrar meus dentes
Me achar entre os doentes
Ser o maior de todos os dementes

As palarvas, gosto de ver
No meio das teclas do computador, a nascer
e quem era eu para deixá-las.....
a morrer?

4 comentários:

Anônimo disse...

Larvas e fungos renascem do lodo de tua crise, o único lugar que move tuas transformações. Bom voltar a ler teus textos.

Anônimo disse...

Aha! te procurei e te achei!
naquele dia nem falei contigo direito, tava pessima! tambem fico mal, viu?

e voce continua inventando situacoes, terremotos, depressoes... que bom!

visite meu blog, nunca mais escrevi por falta de tempo (ou de saco).
cenapsicanalitica.blogspot

abracos!!! fernanda

Anônimo disse...

querido, meu blog nao se propoe a isso.

sabia que vc. viria com uma dessas!
bj.

llq disse...

this is soooooooooooooooooooooooo gorgeouswedding jackets